Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Francisca Ribeiro, 26 anos, procurou a Unidade Básica de Saúde queixando­-se de febre alta, de início abrupto há três dias, com cefaleia intensa, mal­-estar, dor retro­-orbitária, náuseas, vômitos ocasionais e dois episódios de evacuações líquidas. Paciente na 29ª semana de gestação, sem sangramento por via vaginal. Durante a avaliação diagnóstica, o médico realizou o seguinte exame: com a paciente deitada, insuflou o manguito do esfigmomanômetro até 150mmHg por três minutos. A seguir, desinsuflou o manguito e, num quadrado de 2,5cm por 2,5cm, não observou nenhuma petéquia. Marque a opção ERRADA:

A
São diagnósticos concordantes com quadro clínico: dengue, influenza, infecção do trato digestivo e meningite.
B
A prova do laço, conforme realizada neste caso, foi negativa, e indica baixo risco de sangramento espontâneo.
C
Uma conduta adequada seria: prescrição de paracetamol 750mg de 6/6 horas, hidratação com soro caseiro e retorno em 48 horas para reavaliação.
D
Mesmo grávida esta paciente não requer internação hospitalar neste momento.
E
O Ministério da Saúde recomenda a adoção do  “Cartão de Identificação do Paciente com Dengue”, com dados clínicos e instrutivos.
Paciente sexo masculino foi submetido a screeening de retina, portador de diabetes tipo 2 e usuário de insulina 2x ao dia. Seu médico avisou que houve formação de novos vasos e ele pergunta ao médico qual a importância disso. Qual a melhor resposta?
Paciente do sexo feminino, 78 anos, iniciou quadro de dor abdominal tipo cólica há 72 horas associada a náuseas e vômitos. Procurou atendimento na emergência de um hospital sendo feito o diagnóstico de gastroenterite. Feita a administração de medicação sintomática com melhora parcial dos sintomas. Retornou para casa e após 24 horas persistia com os mesmos sintomas associado à distensão abdominal. Procurou novamente a emergência e foi examinada por um cirurgião que observou um abaulamento em região inguinal direita. Realizou exame de sangue com os seguintes achados: hematócrito 44%, 15500 leucócitos. Rotina radiológica de abdome agudo com distensão de intestino delgado. Qual a melhor conduta neste caso e possível diagnóstico?
Paciente com oito meses é atendido no posto de saúde com história de febre baixa, tosse e coriza, há 48 horas. No exame físico, foi observada discreta hiperemia de membrana timpânica à direita e frequência respiratória de 41 irpm, sendo observada, ainda, discreta sibilância na ausculta respiratória. Foi prescrito amoxacilina na dose de 90mg/Kg/dia, tendo sido justificado pelo médico que o paciente estaria com otite média aguda à direita e pneumonia. Sobre este atendimento, assinale a alternativa correta:
Assinale a alternativa correta relacionada à índice de Apgar:
Compartilhar