Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Neuropediatria

Doenças Respiratórias

Gestante com asma, sem intercorrências durante o pré-natal e com 37 semanas e 1 dia de idade gestacional interna-se para cesárea eletiva. Recém-nascido masculino, peso de 2480 gramas e boletim de Apgar de 8 no 1º e 9 no 5º minuto de vida. Evolui, logo após o nascimento, com taquipneia, esforço respiratório leve e gemência, acompanhados de cianose, com necessidade de oxigênio para manter-se corado. Em relação ao caso apresentado, considere as seguintes afirmativas: 1. Síndrome de desconforto respiratório (doença de membrana hialina) é um diagnóstico a ser considerado, por ser a causa mais prevalente de desconforto respiratório do recém-nascido. 2. A taquipneia transitória do recém-nascido é um diagnóstico que deve ser considerado, já que o parto cesáreo, o sexo masculino e a idade gestacional de termo ou próximo do termo constituem-se elementos importantes para o seu diagnóstico. 3. A pneumonia neonatal congênita é um diagnóstico pouco provável, já que não há relato de febre materna, nem de ruptura prolongada de membranas ou de outros fatores de risco para infecção. 4. A síndrome de aspiração meconial é o diagnóstico mais provável nesse caso, por se tratar de um recém-nascido a termo. 5. A hipertensão pulmonar persistente faz parte do diagnóstico diferencial nesse caso, mesmo não havendo antecedentes de asfixia perinatal. Assinale a alternativa correta.

A
Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
B
Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras.
C
Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
D
Somente a afirmativa 4 é verdadeira.
E
As afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5 são verdadeiras
Em relação à invaginação intestinal, considere as seguintes afirmativas: I. O divertículo de Meckel é reconhecido como causa frequente. II. A tríade clássica de dor, tumor e sangramento está presente na maioria dos casos. III. Nas invaginações íleo-ileais, a eliminação de sangue é mais intensa. Está/estão correta(s) a(s) afirmativa(s):
Um homem com 70 anos de idade, hipertenso, foi atendido em uma Unidade de Emergência com quadro de bexigoma e infecção urinária, quando foi feita a passagem de sonda vesical de demora e iniciada antibioticoterapia. Após remissão completa do quadro infeccioso, o paciente foi internado no serviço de urologia de um hospital universitário para realização de ressecção transuretral de próstata. Ao ser submetido à avaliação pré-anestésica, informa, na anamnese, ser portador de marca-passo cardíaco, mas não sabe identificar o modelo e nem possui o cartão de usuário de marca-passo. O paciente informa ainda fazer uso regular de ácido acetilsalicílico (100 mg/dia). Com base nessas informações, qual deve ser a conduta subsequente da equipe médica assistente, anestesista e cirurgião, tendo em vista a realização de uma cirurgia segura?
Uma mulher com 43 anos de idade foi encaminhada ao ambulatório de especialidades pelo médico de família que a acompanha na Unidade Básica de Saúde. Consta, na guia de referência, que a paciente vem apresentando episódios de nefrolitíase de repetição. Na primeira e na segunda crise, foi diagnosticada, por meio de ultrassonografia das vias urinárias, a presença de cálculos na pelve direita, que mediam, respectivamente, 1 mm e 2 mm, e que foram expelidos. O último episódio (terceiro) aconteceu há cerca de 15 dias, sem que houvesse resolução espontânea do quadro nem alívio dos sintomas. O médico especialista que atendeu a paciente solicitou urotomografia, cujo resultado demonstrou a presença de cálculo renal direito, medindo 4 mm. Os exames solicitados mostraram: sódio = 137 mEq/L (valor de referência = 132 a 146 mEq/L); potássio = 3,8 mEq/L (valor de referência = 3,5 a 5,5 mEq/L); cálcio total = 12,4 mg/dL (valor de referência = 8,3 a 10,6 mg/dL); ácido úrico = 3,4 mg/dL (valor de referência = 2,6 a 6,0 mg/dL); creatinina = 0,8 mg/dL (valor de referência = 0,53 a 1,0 mg/dL). Diante do quadro clínico descrito acima, a conduta adequada é
Em algumas situações devem-se realizar cirurgias preventivas ao desenvolvimento de tumores malignos. Dentre as alternativas abaixo, pode-se afirmar que há relação da doença com o surgimento de tumores malignos, EXCETO em:
Compartilhar