Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Neuropediatria

Doenças Respiratórias

Gestante com asma, sem intercorrências durante o pré-natal e com 37 semanas e 1 dia de idade gestacional interna-se para cesárea eletiva. Recém-nascido masculino, peso de 2480 gramas e boletim de Apgar de 8 no 1º e 9 no 5º minuto de vida. Evolui, logo após o nascimento, com taquipneia, esforço respiratório leve e gemência, acompanhados de cianose, com necessidade de oxigênio para manter-se corado. Em relação ao caso apresentado, considere as seguintes afirmativas: 1. Síndrome de desconforto respiratório (doença de membrana hialina) é um diagnóstico a ser considerado, por ser a causa mais prevalente de desconforto respiratório do recém-nascido. 2. A taquipneia transitória do recém-nascido é um diagnóstico que deve ser considerado, já que o parto cesáreo, o sexo masculino e a idade gestacional de termo ou próximo do termo constituem-se elementos importantes para o seu diagnóstico. 3. A pneumonia neonatal congênita é um diagnóstico pouco provável, já que não há relato de febre materna, nem de ruptura prolongada de membranas ou de outros fatores de risco para infecção. 4. A síndrome de aspiração meconial é o diagnóstico mais provável nesse caso, por se tratar de um recém-nascido a termo. 5. A hipertensão pulmonar persistente faz parte do diagnóstico diferencial nesse caso, mesmo não havendo antecedentes de asfixia perinatal. Assinale a alternativa correta.

A
Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
B
Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras.
C
Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
D
Somente a afirmativa 4 é verdadeira.
E
As afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5 são verdadeiras
Paciente 65 anos, sem co­morbidades prévias, no segundo dia de pós-operatório de gastroduodenopancratectomia apresenta-se adinâmico, com fraqueza muscular generalizada. Dentre os exames realizados para investigação do quadro o eletrocardiograma mostrava ritmo sinusal, porém com intervalo PR prolongado e onda T apiculada. Hipótese diagnóstica mais provável?
Paciente com eletrocardiograma mostrando ritmo sinusal com intervalo RR de 15 mm e com QRS positivo em D1 e negativo em aVF. Em aVR o QRS está isodifásico. Marque a resposta correta:
Mulher de 65 anos apresenta-­se com ataque isquêmico transitório. A contagem de plaquetas era 690000/L. Hemoglobina normal e VCM normal. Relato antigo revelou que as plaquetas eram maiores que 600.000/L há mais de um ano. Qual é o mais provável diagnóstico?
Em relação à faringoamigdalite bacteriana (estreptocócica), qual das alternativas abaixo não é característica da doença em crianças?
Compartilhar