Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Neuropediatria

Doenças Respiratórias

Gestante com asma, sem intercorrências durante o pré-natal e com 37 semanas e 1 dia de idade gestacional interna-se para cesárea eletiva. Recém-nascido masculino, peso de 2480 gramas e boletim de Apgar de 8 no 1º e 9 no 5º minuto de vida. Evolui, logo após o nascimento, com taquipneia, esforço respiratório leve e gemência, acompanhados de cianose, com necessidade de oxigênio para manter-se corado. Em relação ao caso apresentado, considere as seguintes afirmativas: 1. Síndrome de desconforto respiratório (doença de membrana hialina) é um diagnóstico a ser considerado, por ser a causa mais prevalente de desconforto respiratório do recém-nascido. 2. A taquipneia transitória do recém-nascido é um diagnóstico que deve ser considerado, já que o parto cesáreo, o sexo masculino e a idade gestacional de termo ou próximo do termo constituem-se elementos importantes para o seu diagnóstico. 3. A pneumonia neonatal congênita é um diagnóstico pouco provável, já que não há relato de febre materna, nem de ruptura prolongada de membranas ou de outros fatores de risco para infecção. 4. A síndrome de aspiração meconial é o diagnóstico mais provável nesse caso, por se tratar de um recém-nascido a termo. 5. A hipertensão pulmonar persistente faz parte do diagnóstico diferencial nesse caso, mesmo não havendo antecedentes de asfixia perinatal. Assinale a alternativa correta.

A
Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
B
Somente as afirmativas 2, 3 e 5 são verdadeiras.
C
Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
D
Somente a afirmativa 4 é verdadeira.
E
As afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5 são verdadeiras
Paciente feminina 47 anos, com queixas de dor em região epigástrica de moderada intensidade piorando com ingestão de alguns alimentos, refere que o pai faleceu com câncer gástrico, ao exame físico presença de dor a palpação somente em região epigástrica. HDA realizada a três dias com o seguinte diagnóstico-esofagite erosiva; estômago e duodeno normais e H. Pylory positivo, frente este caso qual a melhor conduta:
A presença de placa fibrosa na albuginea do corpo cavernoso denomina-se:
Uma paciente de 48 anos, hipertensa há 6 anos, apresenta dificuldade para controle dos níveis pressóricos, apesar de 15 mg de enalapril, 12,5 mg de hidroclortiazida e 5 mg de amlodipina. Ao exame clínico: IMC: 24; PA: 165x105 mmHg; coração: 4ª bulha, ausência de sopros abdominais; presença de pulsos radiais e pediosos normais e simétricos, sem edemas. Os exames laboratoriais mostram: Hb 14g/dl; Htc: 42%, glicemia de jejum 92mg/dd, ureia: 52mg/dl, creatinina: 0,9mg/dl; Na: 138mEq; K:3,4mEq. Seu ECG mostra sobrecarga ventricular esquerda com alterações difusas da repolarização ventricular. Na sequência de avaliação, qual exame seria mais útil?
São características da tetralogia de Fallot, EXCETO:
Compartilhar