Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Gestante comprovadamente com 31 semanas deu entrada na maternidade do HUGG apresentando quadro de rotura prematura das membranas, sem apresentar qualquer outra anormalidade, não apresenta metrossístole e o concepto encontra-se hígido após avaliação clínica e ultrassonografia. Diante desse quadro escolha a conduta que considere adequada.

A
Após avaliação do colo uterino, estando o colo imaturo, indicar a cesariana.
B
Adotar conduta conservadora com antibióticos, tocólise a fim de prolongar a gestação o máximo possível.
C
Acelerar a maturidade pulmonar fetal com corticoides, monitorar infecção, antibiótico profilático e se necessário tocólise por 48 horas, interromper a gestação por parto ou cesariana na dependência das condições obstétricas.
D
Não usar corticoides devido ao grande risco de infecção ligado a rotura das membranas.
E
Após avaliação do colo uterino, estando o colo maduro, iniciar a indução do trabalho de parto com ocitocina.
Hemorragia, cistite, conjuntivite, pneumonia e diarreia; todos estes sintomas têm demonstrado relação com infecção provocada por qual agente etiológico?
Considere um paciente apresentando dor torácica, febre e expectoração purulenta há uma semana. O exame radiológico do tórax mostra uma consolidação alveolar no lobo superior direito e derrame pleural à direita. Efetua-se uma punção pleural cujo líquido se mostra amarelo claro e com os seguintes resultados de laboratório: densidade = 1025, proteínas de 3,5 g%, LDH de 500 UI/l, glicose de 70 mg/dl, pH de 7,3 e predomínio de polimorfonucleares com bacterioscopia e cultura negativas. Qual a melhor conduta terapêutica em relação ao derrame pleural?
No sangramento Uterino Anormal os mecanismos capazes de provocar sangramento endometrial são:
Paciente do sexo masculino com 7 anos de idade, previamente hígido, apresenta queixa de dor no quadril e joelho direito, dificultando a deambulação. Ao exame clínico não há sinais inflamatórios; os exames complementares evidenciaram VHS, PCR e leucograma normais e os exames radiológicos foram inespecíficos. Na anamnese havia apenas relato de infecção do trato respiratório superior há cerca de 15 dias. Diante deste quadro, assinale o provável diagnóstico:
Compartilhar