Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Gestante de 20 semanas dá entrada no pronto-socorro no dia 11/10/2008 com dores abdominais. Refere que sua última menstruação foi no dia 15/05/2008 (primeiro dia do último período menstrual normal) e que tem três filhos vivos, sendo um filho de parto normal e um parto cesariana de gemelar. Qual é a idade gestacional calculada e qual a data provável de parto pela regra de Nägele, respectivamente?

A
22 semanas; 18/07/2009.
B
21 semanas e 3 dias; 18/07/2009.
C
20 semanas e 6 dias; 21/03/2009.
D
21 semanas e 2 dias; 22/02/2009.
Casal em seguimento no ambulatório de infertilidade apresenta os seguintes resultados dos exames complementares: ultrassonografia transvaginal sem anormalidades, histerossalpingografia com prova de Cotte positiva, dosagem hormonal da mulher sem anormalidades e espermograma não realizado. Frente ao caso devemos:
Paciente com amenorreia de 12 semanas, apresentando sangramento. Ao exame clínico colo 0/3/0/P/R, a altura de fundo uterino de 15 cm. BCF inaudível. Foi pedido USG obstétrica que revelou imagem de “Flocos de Neve”. Esta imagem é patognomônica de qual patologia?
Mulher de 31 anos de idade iniciou quadro de febre, perda de peso, fadiga e feridas na boca. Apareceram dores no joelho, tornozelo e cotovelo. Edema palpebral e de tornozelos. Ao exame físico: mucosas descoradas +/4+, alopécia, lesão na face eritematopapulosa, linfoadenopatia generalizada e edema de membros inferiores (+/4+). Foi internada no HCTO e os resultados de exames complementares foram os seguintes: hemograma com anemia, leucopenia e linfopenia, FAN, anti-dsDNA e anti SM positivos, EAS com proteinúria, cilindros hialinos e granulosos. Proteinúria de 4,5 g/24 horas. A paciente desenvolveu um quadro clínico de acidente vascular cerebral. Baseado na hipótese diagnóstica mais provável, qual das afirmações está INCORRETA?
Homem de 20 de idade, há uma semana com febre, mal-estar, fadiga e dor de garganta. Ao exame, a faringe estava hiperemiada sem exsudato. Adenopatia cervical posterior. Hepatimetria de 12 cm e esplenomegalia. Exames complementares: leucócitos 12.000, linfocitose e linfócitos atípicos, bilirrubina total de 2 mg/dl, AST e ALT de 70 UI/I. Anticorpo heterófilo positivo. Tinha sido medicado com ampicilina e desenvolvido erupção maculo-papular pruriginosa. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar