Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Gestante de 20 semanas dá entrada no pronto-socorro no dia 11/10/2008 com dores abdominais. Refere que sua última menstruação foi no dia 15/05/2008 (primeiro dia do último período menstrual normal) e que tem três filhos vivos, sendo um filho de parto normal e um parto cesariana de gemelar. Qual é a idade gestacional calculada e qual a data provável de parto pela regra de Nägele, respectivamente?

A
22 semanas; 18/07/2009.
B
21 semanas e 3 dias; 18/07/2009.
C
20 semanas e 6 dias; 21/03/2009.
D
21 semanas e 2 dias; 22/02/2009.
Assinale (V) para alternativas VERDADEIRAS e (F) para as FALSAS: ( ) Uma gestante HIV positivo, linfócitos TCD4 + de 180 cel/mm³, que faz todas as orientações propostas e chega ao final da gestação com Carga Viral para HIV indetectável, está liberada para amamentar seu bebê. ( ) Um paciente HIV positivo em seu primeiro esquema de tratamento com antiretrovirais, assintomático, pode ser recomendado a fazer suspensões temporárias dos antirretrovirais, não implicando na eficácia do tratamento a longo prazo. ( ) Um paciente HIV positivo assintomático com TCD4+ = 500 células/mm³ e carga viral = 250.000 cópias/ml enquadra-se nos critérios de início de terapia com antirretrovirais conforme consenso brasileiro atual. ( ) Um paciente HIV positivo assintomático, com TCD4+ = 300 células/mm³ e carga viral = 50.000 cópias/ml enquadra-se nos critérios de início de terapia com antirretrovirais conforme consenso brasileiro atual. ( ) Um paciente HIV positivo, com cândida esofágica grave, TCD4+ = 190 células/mm³ e carga viral = 5.300 cópias/ml, enquadra-se nos critérios de início de terapia com antirretrovirais conforme consenso brasileiro atual. A sequência CORRETA está na alternativa:
Quanto à síndrome de abstinência alcoólica, é INCORRETO:
É complicação prevista num infarto diafragmático:
Uma paciente de 40 anos, do sexo feminino, procura o hospital por apresentar febre e disúria. Ao exame apresenta PA = 90/50 mmHg, FC = 110 bpm, FR = 26 mrm, TA = 38.5°C. O exame de sangue mostra um hemograma com 15.000 leucócitos. O médico emergencista prescreve 3000 ml de solução salina (SF 0.9%), solicita culturas e após 1 hora constata que não houve alteração significante do quadro e a PA é de 85/50 mmHg. Qual deve ser o diagnóstico e qual a conduta mais adequada?
Compartilhar