Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Gestante de 28 anos, com infecção assintomática pelo HIV, virgem de terapia antirretroviral (TARV), comparece ao pré-natal na 10ª semana com contagem de linfócitos T CD4 de 300 células/mm³ e carga viral plasmática do HIV (CV) de 13.722 cópias/ml. A introdução da TARV deve ser:

A
na 14ª semana, com esquema com três drogas e controle de CD4 e CV a cada dois meses e na 34ª semana, sendo que esta última deve definir a via de parto.
B
de AZT no 3º trimestre da gestação, além do AZT injetável durante o trabalho de parto e parto e AZT xarope para o recém-nascido.
C
imediata de AZT até o final da gestação, além de AZT injetável durante o trabalho de parto e parto e AZT xarope para o recém-nascido.
D
imediata com esquema com três drogas, devendo-se manter a CV; 1.000 cópias/ml até o parto, e não há necessidade de medicar o recém-nascido.
E
na 14ª semana, controle de CD4 e CV na 34ª semana, e, se CV; 1.000 cópias/ml, não há necessidade de se fazer AZT injetável durante o trabalho de parto e parto.
Jovem de 22 anos, professora de educação infantil com carga horária de 40 horas semanais, consultou por quadro de disfonia que piora durante a semana e melhora quando faz repouso vocal. Não apresentava queixas vocais até o início de suas atividades profissionais há 6 meses. Informou ter rinite alérgica. Qual o diagnóstico mais provável?
Considere as assertivas abaixo sobre Lúpus Eritematoso: I. As mucosas não apresentam lesões no Lúpus Eritematoso Sistêmico. II. Manifestações cutâneas, como rash eritematoso facial e fotossensibilidade, estão entre as lesões que mais aparecem nos pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico. III. As lesões discoides ocorrem somente no Lúpus Eritematoso Cutâneo. Quais são as CORRETAS?
Que característica sela o diagnóstico de osteossarcoma?
Sobre as deiscências de anastomose, complicações sérias nas cirurgias colorretais, considere as assertivas abaixo: I. Fistulizações externas de deiscências podem ser tratadas sem cirurgia; II. Abscessos localizados podem ser tratados por punção percutânea através de radiologia intervencionista; III. Nova laparotomia fica reservada a pacientes com peritonite ou insucesso na drenagem percutânea. Quais são corretas?
Compartilhar