Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Gestante de 30 semanas interna em trabalho de parto franco, com dilatação cervical de 6 cm, colo fino e centralizado, bolsa íntegra, apresentação cefálica em plano –1 de De Lee e FCF de 136 bpm. Em que pesem os esforços na tentativa de inibir a contratilidade uterina, o trabalho de parto evoluiu para o período expulsivo. Qual a ação mais importante a ser realizada pelo obstetra ao realizar um parto nesta situação?

A
Infundir ocitocina
B
Realizar amniotomia
C
Não realizar episiotomia
D
Ligar o cordão umbilical precocemente
E
Descompressão lenta do pólo cefálico
Homem, 27 anos, tabagista com dor intensa em membro inferior esquerdo e cianose em extremidade distal de 4º e 5º pododáctilos esquerdos. Pulsos preservados em membros inferiores exceto por ausência de pulsos podais à esquerda. A principal hipótese diagnóstica é:
A profilaxia antimicrobiana com doses subterapêuticas de aminopenicilinas ou de sulfonamida oferece proteção variável contra as recorrências em crianças com episódios frequentes de otite média aguda. No entanto, devido ao aparecimento de resistência bacteriana, podemos considerar que a medida só deve ser adotada para as crianças que:
O processo de lise da ureia por bactérias fornece um meio urinário alcalino e concentrações suficientes de carbonato e amônia para induzir a formação de cálculos infectivos. Assinalar qual grupo de bactérias apresenta maior capacidade de desdobrar a ureia:
Considere um paciente, 18 anos, com trauma perfurante de reto, por PAF há 2 horas, sem outras lesões associadas, localizado a 12 cm da margem anal. Qual a conduta cirúrgica?
Compartilhar