Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Gestante de 36 semanas dá entrada no pronto-socorro com sudorese, palidez cutânea e dor abdominal. Ao exame constata-se útero de consistência lenhosa, pressão arterial 160/100 mmHg e toque vaginal com colo dilatado 3 cm, médio, bolsa íntegra e apresentação cefálica. Qual conduta seria mais apropriada a seguir?

A
Amniotomia.
B
Alfa metildopa 250 mg VO.
C
Ecografia obstétrica.
D
Terbutalina IV.
E
Observação.
Lucília sofreu fratura de membros inferiores (fêmur e tíbia) após acidente automobilístico, sem sinais de trauma em tórax ou abdome. Estava em observação na emergência, evoluindo bem. Após 24h do acidente, apresentou dificuldade respiratória progressiva, cianose, torpor, anemia, febre e aparecimento de petéquias no corpo. A radiografia de tórax demonstrou infiltrado hilar e basal, difuso e bilateral. O diagnóstico de Lucília, neste momento, é de:
Jéssica tem 2 anos e chega ao pronto-socorro com dor e incapacidade de movimentação do membro superior direito. A mãe nega história de trauma e informa que tudo aconteceu quando passeavam na praça: "Doutor, ela tropeçou e ia cair quando eu a puxei e levantei pela mão direita". Ao exame, Jéssica mantém o braço direito fletido, tem dor à movimentação e sua mão está em pronação. O diagnóstico mais provável para Jéssica é:
São características radiográficas da osteoartrose, exceto:
RN nascido de parto cesariano, pós termo, banhado em mecônio fluido, não chorou ao nascer. Ao exame: Hipotônico, cianose central, apneia e FC de 60 bpm. A conduta imediata a ser realizada é:
Compartilhar