Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Há contraindicação ao uso dos beta-bloqueadores no caso de:

A
edema de membros inferiores e insônia.
B
overdose de cocaína e asma.
C
diabetes melitus e icterícia.
D
pré-operatório de cirurgia abdominal.
E
insuficiência renal crônica.
Mulher, 23a, refere cardiopatia congênita diagnosticada na infância, porém sem acompanhamento médico. Apresenta dispneia aos pequenos esforços, anasarca e cianose apenas em membros inferiores. AS HIPÓTESES DIAGNÓSTICAS SÃO:
Assinale a alternativa correta em relação aos reflexos primitivos e ao desenvolvimento motor nomal esperados para uma criança.
Paciente do sexo feminino, 26 anos de idade, vida sexual ativa, com história súbita de dor hipogástrica evoluindo para dor abdominal difusa com peritonismo, taquicardia, tontura e mucosas descoradas. Refere também dor em região dos ombros e espaço interescapular. Assinale a alternativa CORRETA:
Uma paciente de 34 anos relata cefaleia fronto-temporal unilateral, pulsátil, de forte intensidade, associada à náusea, fotofobia e osmofobia há 12 anos. As crises têm duração média de 48 horas e ocorrem de duas a quatro vezes por mês. Ansiedade e consumo de vinho desencadeiam as crises: o uso de analgésicos e anti-inflamatórios aliviam a dor. Nos períodos entre as crises, mantém-se assintomática. A paciente procurou atendimento de urgência por ter tido parestesia no dimídio esquerdo por cerca de 40 minutos, a qual foi seguida por cefaleia mais intensa do que o habitual, porém com as mesmas características acima descritas. O exame neurológico realizado a cerca de 2 horas após o início da cefaleia não revelou anormalidade. Quanto à parestesia relatada nesse caso, qual a etiologia mais provável?
Compartilhar