Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Morgana, 15 anos, namora Roger, de 18 anos, há três anos. Há dois dias teve sua primeira relação sexual e procurou atendimento médico porque não quer engravidar. Relata menarca aos 13 anos, com ciclo menstrual regular. Na avaliação de Morgana você identifica que existe risco de gravidez após esta relação, considerando o período menstrual. No planejamento com estes adolescentes você recomenda, como método prioritário, o uso de:

A
diafragma.
B
espermicida.
C
preservativo.
D
anticoncepcional oral.
Lactente de 2 meses com história de ruído inspiratório de início aos 20 dias de idade após quadro de infecção viral. A mãe refere que o quadro piora com o choro e quando a criança se agita. Ao exame físico apresenta estridor inspiratório, bom estado geral, eutrófica. Qual o diagnóstico dessa criança?
Qual a hipótese diagnóstica e a principal associação em caso de criança de 18 meses com taquicardia incessante?
Uma mulher de 30 anos de idade apresenta-se com queixa de febre e artrite. Há sete dias, iniciou com dor intensa em joelho direito, seguida de dor em punho esquerdo, e febre não mensurada. Ao exame físico, estava com temperatura de 38,5 graus e evidência de artrite de joelho direito. O exame do punho esquerdo mostra edema e rubor sobre a superfície extensora, que se estende fora dos limites da articulação. Havia presença de vesículas hemorrágicas na planta do pé esquerdo. Ela traz exames realizados no posto de saúde, com provas de atividades inflamatórias alteradas, uma ASO (antiestreptolisina O) de 500 U (valor normal: até 100 U). Não trouxe hemograma. Com relação a esse caso, é correto afirmar:
O I-pSS foi criado para quantificar sintomas relativos à HPB. Estudos posteriores mostraram que, dentre os sintomas pesquisados, um se destaca como o maior indicativo de futura necessidade de tratamento cirúrgico, e outro é o que mais aponta para pior índice de qualidade de vida. Esses sintomas são respectivamente:
Compartilhar