Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

Hepatopata, com grave comprometimento da qualidade de vida é candidato ao transplante hepático, uma vez que esgotadas outras formas de tratamento clínico. São indicadores de alerta para necessidade de realização do transplante:

A
hepatite crônica por vírus B com replicação viral e encefalopatia crônica.
B
Child-Pugh B/C, hemorragia digestiva alta de repetição e ascite refratária.
C
hepatopatia alcoólica associada com pancreatite crônica e desnutrição.
D
cirrose biliar primária de rápida evolução com colangite de repetição.
E
carcinoma hepatocelular extenso metastático e síndrome hepatorrenal.
Homem, 28a, com sepse de origem abdominal, está em ventilação mecânica por meio de cânula orotraqueal. Após punção de veia jugular interna direita para introdução de cateter central, evoluiu com aumento da pressão intratorácica e saturação periférica de O ?= 70%, sem alterações hemodinâmicas. Ausculta pulmonar: ausência de murmúrio vesicular à esquerda. A HIPÓTESE DIAGNÓSTICA E A CONDUTA SÃO:
ID: Duas crianças estão sendo submetidas à traqueostomia. Criança A: é portadora de acúmulo de secreção na traqueia e brônquio. Ao abrir a traqueia ocorre edema agudo de pulmão. Criança B: é portadora de hipoventilação alveolar. Ao abrir a traqueia ocorre parada cardíaca. Estes acidentes ocorreram porque o:
São causas de hiperbilirrubinemia com aumento de bilirrubina direta:
Lactente de cinco meses, portador de tetralogia de Fallot, apresenta ao acordar, quadro de agitação, choro inconsolável, taquipneia ecianose intensa e progressiva, evoluindo com síncope. Durante estas ''crises'', a conduta terapêutica tem como principal objetivo:
Compartilhar