Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Cardiologia

Nefrologia

Hipertensão arterial sistêmica é a principal causa de morte no mundo. Acerca dessa afecção, assinale a alternativa incorreta.

A
É fator de risco para acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca congestiva e dissecção da aorta.
B
Em sociedades menos industrializadas, nas quais o consumo de calorias e de sal é baixo, a pressão arterial dos indivíduos não aumenta com o avançar da idade.
C
Os níveis de pressão sistólica e diastólica de 120-139 e 80-89 mmHg, respectivamente, são considerados pré-hipertensão.
D
Os inibidores de enzima conversora da angiotensina (ECA) e os antagonistas dos receptores ATI da angiotensina II, apresentam perfil farmacológico adequado para diabéticos hipertensos, especialmente na vigência de nefropatia diabética.
E
As anormalidades tireoidianas (hiper e hipotireoidismo) são as principais causas de hipertensão secundária.
Está AUMENTADO na anemia por deficiência de ferro:
Homem, 28 anos, sofreu trauma abdominal em acidente automobilístico. Foi levado à cirurgia onde constatou-se lesão extensa do lobo direito do fígado, lesão do baço e hematoma retroperitonial. Foram suturadas as lesões e não se interviu no hematoma retroperitonial. Foram necessárias várias transfusões sanguíneas e de solução salina para estabilização hemodinâmica no transoperatório. A parede abdominal foi suturada por planos, com certa dificuldade porque havia resistência à referida sutura. O paciente recuperou-se bem da cirurgia, porém, no pós-operatório imediato, apresentou distensão abdominal, oligúria e dificuldade respiratória. Foi colocado um cateter na bexiga e a pressão intravesical foi de 30 mmHg. A pressão arterial era de 90 mmHg. A conduta é:
Quanto às variações hormonais no ciclo menstrual normal é CORRETO:
Qual a complicação mais grave, dentre as opções abaixo, de uma correção excessivamente rápida de uma hiponatremia?
Compartilhar