Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Hiroito, 3 anos, compareceu ao consultório de sua pediatra com quadro de febre há mais de cinco (05) dias, a qual não respondeu ao uso de antibióticos, lesões orolabiais, hiperemia conjuntival, não exsudativa, exantema eritematomaculopapular, além de trombocitose. O garoto evoluiu com aneurisma coronariano. Qual a hipótese diagnóstica MAIS PROVÁVEL?

A
Coxsackiose
B
Sarampo
C
Doença de Kawasaki
D
Rubéola
Paciente de 80 anos, 80 kg, tabagista 40 anos/maço, vem ao ambulatório de cirurgia vascular com exame ultrassonográfico de abdome mostrando aneurisma de aorta abdominal infra-renal, fusiforme, de 7 cm de diâmetro. Tem histórico de gastrectomia aos 40 anos de idade. Submetido à avaliação pré-operatória, que mostrou: Cardiologia: BRNF S/S, PA 140 x 90, ECG: Sinusal, ECOCARDIO: FE 70%. Cintilografia miocárdica: Captação homogênea em VD e VE no repouso e no teste com dipiridamol. Pneumologia: RX tórax: trama vascular pulmonar preservada. Área cardíaca normal. Espirometria: Distúrbio obstrutivo leve. Laboratoriais: HCT 45%. HB: 14,5 g/dl. Anestesiologia: Malampati I. Quanto ao caso, a melhor opção seria o:
Com relação a abdome agudo, como apendicite aguda e divertículo de Meckel, indique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas abaixo. ( ) Uma mulher com o teste hormonal de gravidez negativo pode apresentar gravidez ectópica; ( ) A presença de apendicólitos (coprolitos), líquido e massa periapendicular são achados sugestivos de apendicite aos exames de ultrassom ou de tomografia; ( ) 60% dos tumores carcinoides ocorrem no apêndice e 0,03% das apendicectomias revelam a presença acidental de carcinoide; ( ) Se o tumor for maior que 2 cm ou envolver a base do apêndice, a hemicolectomia D é necessária; ( ) Divertículo de Meckel é resquício do conduto onfalomesentérico e pode conter mucosa gástrica ectópica. É encontrado em 2% da população, 2 feet (60 cm) acima da válvula ileocecal. Pode inflamar em 2% dos pacientes. Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.
Lactente, masculino, 33 dias de vida, é trazido para avaliação no Pronto Socorro Pediátrico devido vômitos alimentares, em jato, progressivamente mais intensos, com perda de peso intensa apesar de apetite voraz. Ao exame abdominal observa-se distensão epigástrica com ondas peristálticas visíveis, porém, dada a irritabilidade e agitação da criança, não foi possível a realização de palpação abdominal adequada. Diante do quadro clínico descrito, qual a hipótese diagnóstica inicial mais provável?
Paciente em sétimo dia de pós-operatório de tireoidectomia total, retorna à consulta ambulatorial referindo alteração de voz. A avaliação fonoaudiológica identificou dificuldade de emissão dos sons agudos. Esta complicação cirúrgica é decorrente de:
Compartilhar