Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Homem, 25 anos, caminhoneiro, relata diarreia e hematoquezia há 6 meses. Obteve melhora inicial com tratamento clínico que não sabe informar. Porém, atualmente queixa-se de eliminação de sangue e muco pelas fezes. No exame físico observa-se hipertermia e emagrecimento. O diagnóstico menos provável dessa condição é:

A
Retocolite ulcerativa.
B
Câncer de cólon.
C
Colite por medicamentos não-esteroides.
D
Colite cística profunda.
E
Doença de Crohn.
Uma senhora de 28 anos, com 35 semanas de gestação, procura atendimento médico por dor anal aguda, associada a sangramento vivo. Não tem comorbidades. Está em bom estado geral. Frequência cardíaca: 86 batimentos por minuto. O exame proctológico mostra dois mamilos hemorroidários externos, às 3 e às 7 horas, com sinais de trombose. Conduta inicial:
Em nutrição parenteral total há dois meses, em virtude de graves complicações de cirurgia de Hartmann por câncer de reto com obstrução intestinal, um engenheiro agrônomo vem tendo intolerância à glicose sem justificativa aparente. Na hipótese de haver um distúrbio no metabolismo de oligoelementos, como aventado em reunião da equipe cirúrgica, a causa mais provável deve ser uma deficiência de:
Muito frequentemente alguns pacientes são rotulados pela equipe de saúde como pacientes problemas. Dentro deste rótulo são englobados um amplo conjunto de problemas psicosociais e físicos que se manifestam como demandas por atenção. Estes casos geram intenso sofrimento aos pacientes e familiares, grande apreensão para os profissionais de saúde e gastos elevados para o sistema de saúde. Estes casos têm sido classificados como Transtornos Somatoformes. Na avaliação e conduta destes casos é INCORRETO afirmar:
No conceito de "visão crítica de segurança" durante realização de colecistectomia videolaparoscópica, é CORRETO afirmar:
Compartilhar