Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Homem, 37 anos de idade, com diagnóstico prévio de urolitíase, com dor lombar à direita há 20 dias, fazendo uso de diclofenaco, evoluiu há 48 horas com piora da dor abdominal, com náuseas, vômitos e redução do volume urinário. Exames de laboratório mostram ureia: 120 mg/dl, creatinina: 3,0 mg/dl, hemogasimetria arterial: pH: 7,33; HCO3: 11 mEq/l; PCO2: 26 mmHg, PaO2: 87 mmHg. BE: -4; Cl: 106 mEq/l, Na: 140 mEq/l, SaO2: 94%. K: 6,0 mEq/l; glicemia: 104 mg/dl. Cálcio: 8,5 mg/dl. Sódio urinário em amostra isolada: 19 mEq/l. A ultrassonografia de abdome mostra dilatação pielocalicial à direita, sem outras alterações. A causa mais provável para o distúrbio apresentado é:

A
insuficiência renal aguda pós-renal
B
insuficiência renal aguda pré-renal
C
insuficiência renal aguda por hiperparatireoidismo
D
insuficiência renal crônica, por nefropatia por cristais
E
nefrite intersticial por anti-inflamatórios
A respeito das dermatoses na infância: I- A dermatite seborreica é uma doença inflamatória crônica que acomete frequentemente a área das fraldas e se inicia, geralmente, entre 3 e 12 semanas de vida, e raramente ocorre após os 6 meses de idade; II- A dermatite irritativa primária da área das fraldas caracteriza-se por apresentar eritema brilhante, confluente, com aspecto envernizado, que varia de intensidade ao longo do tempo e atinge tipicamente as áreas de maior contato com as fraldas (dermatite em W), como superfícies convexas das nádegas, coxas, parte inferior do abdome, púbis, grandes lábios e escroto, as pregas são poupadas; III- A candidose perineal tem relação com o uso prévio de antibióticos, com a presença de diarreia e com acometimento concomitante da cavidade oral; IV- Pápulas encimadas por vesículas pruriginosas, frequentes na infância e que caracterizam-se por reação de hipersensibilidade a picadas de insetos, chama-se estrófulo; V- A lesão característica de molusco contagioso é uma pálpula semi-esférica séssil, da cor da pele ou levemente rosada, de poucos milímetros, ás vezes umbilicada ou com pequena depressão central. São verdadeiras:
Na exérese cirúrgica de um cisto sebáceo, no couro cabeludo, além de todos os cuidados relativos à técnica de exérese de pequenas lesões, com referência especificamente ao cisto devemos primar:
Dos tipos de hérnias descritos abaixo, os que se referem às hérnias inguinais são:
A avaliação pré-anestésica é importantíssima para a escolha da melhor técnica de anestesia a ser realizada. O exame físico classifica o paciente dentro de parâmetros estabelecidos pela American Society of Anesthesiologidts- ASA. Assim, um paciente classificado côa ASA III tem:
Compartilhar