Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Homem, 62 anos, tratou neoplasia de próstata por prostatovesiculectomia radical e linfadenectomia obturadora. O exame anatomopatológico revelou adenocarcinoma de próstata Gleason 7 (4+3), com invasão bilateral de cápsula e margens cirúrgicas extensamente comprometidas e linfonodos obturadores negativos para neoplasia. PSA zerou no PO, mas tornou-se maior que 0,2ng/mL 18 meses após a cirurgia. Qual a melhor conduta?

A
Radioterapia externa.
B
Hormonoterapia.
C
Quimioterapia.
D
Crioterapia.
E
Braquiterapia.
Paciente feminina 47 anos, com queixas de dor em região epigástrica de moderada intensidade piorando com ingestão de alguns alimentos, refere que o pai faleceu com câncer gástrico, ao exame físico presença de dor a palpação somente em região epigástrica. HDA realizada a três dias com o seguinte diagnóstico-esofagite erosiva; estômago e duodeno normais e H. Pylory positivo, frente este caso qual a melhor conduta:
Dentre as complicações da Ceratite, não está:
Uma jovem de 18 anos é trazida ao pronto-socorro devido ao início súbito de dor torácica com irradiação atípica. Ela está agitada e chorando muito. Refere sensação de morte iminente. A pressão arterial é de 125 x 80 mmHg, a frequência cardíaca de 115 bpm e a frequência respiratória de 28 irpm, com uma saturação de 100% em ar ambiente. Foi realizado um eletrocardiograma que demonstrou taquicardia sinusal. Os familiares informam que este não é o primeiro episódio, tendo ocorrido cinco outros nos últimos dois meses, com investigação inconclusiva nas crises anteriores. Diante desse quadro, você orienta os familiares que, provavelmente, se trata de:
Bruno, um paciente nascido a termo, sem intercorrências na gestação e no período neonatal, em uma consulta aos 3 meses de idade, apresenta as mãos sempre fechadas, não sorri e não sustenta a cabeça. A conduta mais apropriada para esse caso é:
Compartilhar