Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Homem, 62 anos, tratou neoplasia de próstata por prostatovesiculectomia radical e linfadenectomia obturadora. O exame anatomopatológico revelou adenocarcinoma de próstata Gleason 7 (4+3), com invasão bilateral de cápsula e margens cirúrgicas extensamente comprometidas e linfonodos obturadores negativos para neoplasia. PSA zerou no PO, mas tornou-se maior que 0,2ng/mL 18 meses após a cirurgia. Qual a melhor conduta?

A
Radioterapia externa.
B
Hormonoterapia.
C
Quimioterapia.
D
Crioterapia.
E
Braquiterapia.
Paciente de 40 anos, diabética com disúria e polaciúria há 7 dias evoluiu para febre alta, dor lombar direita e mal estar geral com punho - percussão dolorosa na mesma região. Após internação recebeu cefalotina 2,0 g IV 6/6 hs, hidratação endovenosa e controle dos níveis glicêmicos com insulina. Após 2 dias, persiste com febre alta (39 ºC), piora do hemograma e dores em cólica que acentuaram em sua periodicidade e gravidade. A conduta imediata deve ser:
Paciente masculino de 36 horas de vida, após gestação de 36 semanas, Apgar 8/9, antecedente de polidrâmnio, mas sem relato de eliminação de mecônio. Ele evoluiu com distensão abdominal e vômitos biliosos, e a radiografia de abdome evidencia alças intestinais dilatadas, sem nível hidroaéreo, com imagens de vidro moído. Qual é a hipótese MAIS provável?
Em um paciente com anafilaxia, qual das drogas abaixo deve ser evitada?
Nos casos de tratamento de um paciente idoso com delirium, muitas vezes é necessária a realização de sedação. Obedecendo aos critérios de medicamento de alta potência e pouca interferência em parâmetros vitais, a melhor escolha é feita com:
Compartilhar