Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Otorrinolaringologia

Homem, com 35 anos de idade, procura atendimento médico por apresentar aumento progressivo da região cervical à direita, há 30 dias. Nega febre, emagrecimento, tosse ou dispneia e dor no local da massa. Ao exame, massa cervical anterior direita, mal delimitada, aderida a planos profundos, consistência endurecida, com cerca de 8 centímetros no seu maior diâmetro. Restante do exame físico normal, exceto pelo aumento da amígdala direita (cerca de 4 vezes maior do que a esquerda). Podemos afirmar que a principal hipótese diagnóstica é de:

A
doença infecciosa, tipo mono-like. Sorologias para mononucleose, toxoplasmose, citomegalovirose serão realizadas.
B
tuberculose ganglionar e o diagnóstico será feito a partir da biópsia do linfonodo.
C
carcinoma de cabeça e pescoço com sítio primário desconhecido e a próxima etapa é realizar a punção aspirativa por agulha fina para detecção de células epiteliais neoplásicas.
D
doença linfoproliferativa e a próxima etapa é biópsia da massa ou da amígdala direita.
E
linfoma de Hodgkin e a próxima etapa é realizar a punção aspirativa por agulha fina para detecção de células de Reed-Sternberg.
Toxicômano dá entrada na emergência com crise convulsiva. O médico que o atende suspeita de intoxicação aguda por cocaína, porque há concomitantemente:
Sobre a Dacriocistite podemos afirmar, exceto:
O transtorno do Pânico se caracteriza por ataques recorrentes de ansiedade grave, não restritos a qualquer situação ou conjunto de circunstâncias em particular. Dentre os critérios para o diagnóstico de ataque de pânico (DSM-IV) não de encontra:
Sobre icterícia obstrutiva é incorreto afirmar:
Compartilhar