Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Homem com 72 anos, dor abdominal em cólica há 24 horas. Parada de eliminação de gases e fezes, negando enjôo ou vômitos. Ao exame clínico distensão abdominal, timpanismo, com ausência de descompressão dolorosa e ruídos peristálticos aumentados.Toque retal descrito como sem anormalidades. Recebendo este paciente no pronto-socorro, qual procedimento solicitaria para confirmar o diagnóstico?

A
Colonoscopia virtual.
B
Tomografia abdominal.
C
Enema (clister) Opaco.
D
Radiografia simples de abdome.
E
Videocolonoscopia.
Avaliem as afirmativas a seguir, acerca de cetoacidose diabética e coma hiperosmolar. I. O coma hiperosmolar só ocorre quando a osmoralidade efetiva excede 340 mOsm/L. II. Os anions não mensuráveis que constituem “ânion gap” normal incluem albumina e outras proteínas circulantes, sulfato, fosfato, e uma variedade de ácidos orgânicos. III. A resposta compensatória normal à acidose metabólica é a hiperventilação, e a diminuição apropriada da Pco2 pode ser determinada pela equação de WINTER: Pco2 = ([3,5] x [HCO3]) + 8. Assinale a resposta:
M.G.M., 28 anos, GIPOAO, com 40 semanas em trabalho de parto. Apresenta medida do fundo uterino de 38 cm. Na palpação abdominal observa-se hipersistolia, taquissistolia, limite evidente entre o segmento superior e inferior, ligamentos redondos tensos e dolorosos. Ao toque vaginal observa-se colo uterino dilatado 4 cm, ODP; plano -3 De Lee, bolsa íntegra. O diagnóstico é:
Dorival, 68 anos, em pré-operatório de carcinoma bem diferenciado localizado no colo esquerdo. História de colonoscopia há dez anos, com remoção de pólipo de 1 cm de diâmetro. Seu irmão mais velho foi operado de câncer no colo aos 80 anos. Tem história prévia de trombose venosa profunda femoropoplítea direita há 10 anos após fratura de ossos de perna e imobilização com aparelho gessado. O ecodoppler venoso recente mostra total recanalização do sistema venoso profundo direito, com discreto refluxo na veia femoral superficial. De acordo com as características do câncer colônico de Dorival pode-se afirmar que:
Januária, 24 anos, realizou, há 18 meses, cirurgia de derivação gástrica em y de Roux por via laparoscópica devido à obesidade mórbida. No 3° dia de pós-operatório apresentou taquicardia e desconforto abdominal e, no dia seguinte, observou-se drenagem de secreção biliosa pela ferida operatória. Este quadro sugere:
Compartilhar