Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Homem de 18 anos chegou ao pronto-socorro com queixa de dor abdominal e anorexia há 2 dias, vômitos há um dia e parada de eliminação de gases e fezes há 18 horas. Exame físico: desidratado, corado, eupneico, febril (temperatura axilar de 38,8 ºC), pulmões livres, abdome distendido, doloroso à palpação profunda de fossa ilíaca direita, descompressão brusca dolorosa positiva em fossa ilíaca direita, ruídos hidroaéreos diminuídos, toque retal com ampola ampla e sem lesões ou fezes palpáveis. A conduta a ser adotada é:

A
antibioticoterapia após coleta de hemograma e ultrassonografia de urgência.
B
solicitar tomografia computadorizada e entrar com antibioticoterapia.
C
indicar cirurgia de urgência.
D
sonda nasogástrica de grosso calibre e hidratação endovenosa com observação rigorosa e reavaliação em 24 horas.
E
ultrassonografia abdominal e drenagem de abscesso intracavitário se necessário.
Homem de 58 anos apresenta-se na emergência hospitalar com dor ocular direita intensa, associada a náuseas e vômitos. Relata que o quadro se iniciou há 1 dia, com piora progressiva e que, no início, percebia halos ao redor das luzes. Ao exame, apresenta olho avermelhado, congesto e pupila que permanece em estado de médio-midríase fixa. Nega outras doenças. Diante da apresentação clínica, qual o tratamento inicial mais apropriado para este paciente?
Menina de 5 anos apresenta tumoração na linha média anterior do pescoço, que se move com a protrusão da língua e com a deglutição. O provável diagnóstico é:
Uma criança de 3 anos é trazida ao pronto-socorro com quadro de dor abdominal em cólica, há 10 horas. Tem sangue e muco nas fezes. O exame clínico revela massa palpável em quadrante inferior direito do abdome. Está hemodinamicamente normal. Melhor conduta:
Deve-se considerar a possibilidade de problema de desenvolvimento quando o menor de 28 dias de vida:
Compartilhar