Questões na prática

Psiquiatria

Homem de 22 anos é trazido à emergência por uma ambulância devido a quadro de dor toráxica e formigamento nas mãos. Acredita ter sofrido ataque cardíaco e está muito assustado com a possibilidade de morrer subitamente. Relata episódios semelhantes toda vez que se encontra em locais com muitas pessoas. Nega antecedentes de qualquer doença. Ao exame, apresenta sudorese, taquipneia e pressão arterial, ligeiramente, acima de 140/90 mmHg. O eletrocardiograma mostra taquicardia sinusal. A temperatura, a glicemia e a dosagem de enzimas cardíacas estão normais. Qual a causa mais provável deste quadro?

A
Transtorno conversivo.
B
Transtorno do pânico.
C
Arritmia cardíaca.
D
Cardiopatia isquêmica.
E
Somatização.
Sobre as crises de ausência, é correto afirmar:
Um menino de 15 meses de idade é trazido ao Pronto Atendimento por uma crise tônico-clônica generalizada de 8 minutos de duração. Na chegada ao hospital, a crise já havia cessado espontaneamente. Os pais contam que, imediatamente antes da convulsão, estava bem e não haviam observado febre. No exame inicial, a temperatura era de 39°C. Passados 15 minutos do término da convulsão, a consciência foi recuperada completamente e o exame revelou apenas infecção viral das vias aéreas. Qual das seguintes alternativas é a mais correta?
Um lactente de 4 meses de idade apresenta há 3 dias tosse produtiva, coriza, desconforto respiratório e febre. Ao exame físico constatam-se: taquidispneia, tiragens torácicas moderadas, sibilos e estertores grossos bilaterais, sem melhora significativa após uso de nebulização com broncodilatador. Ao RX de tórax evidencia-se hiperinsuflação pulmonar difusa bilateral, com áreas de hipotransparências em 1/3 superior direito e 1/3 inferior esquerdo. Qual é o diagnóstico provável?
Nos pacientes com insuficiência respiratória, independentemente da causa, a abordagem inicial deve ter os seguintes objetivos:
Compartilhar