Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Homem de 23 anos apresenta quadro de dor em epigástrio há 48h com migração para FID e febre baixa. O cirurgião suspeitou de apendicite aguda e indicou a exploração com incisão de McBurney. Ao abrir o peritônio, o apêndice tinha aspecto normal, porém havia hiperemia e espessamento no íleo terminal e no mesentério, com digitação deste sobre a alça intestinal. Neste momento, qual o melhor procedimento do cirurgião?

A
Realizar a apendicectomia.
B
Realizar a biópsia do mesentério.
C
Realizar a enterectomia segmentar.
D
Realizar a enterectomia segmentar e apendicectomia.
E
Realizar a ileocolectomia.
Um paciente foi internado para investigação de dor abdominal crônica agudizada, com tomografia contrastada agendada após 3 dias. Trata-se de um paciente de 52 anos, sabidamente diabético há 5 anos, em uso de metformina 850 mg 3x/dia, sem complicações em órgãos-alvo do diabetes. Seus últimos exames de glicemia capilar pré-prandial foram: 250, 225, 192 e 200 mg/dl. A conduta médica correta é:
Convidado a ministrar uma aula sobre anormalidades dos membros inferiores na infância, em congresso científico de nível internacional, um ortopedista pediátrico esmerou-se na seleção das fotografias contidas no atlas que acabara de publicar. No dia da apresentação, ele foi minucioso ao discorrer sobre as alterações angulares, causa corriqueira de ansiedade dos familiares, tendo ensinado que:
Fumante desde a juventude, uma artesã de 35 anos tinha febre, dor abdominal e massa palpável no flanco direito. Uma RMN sugeriu carcinoma de células renais, o que foi referendado pela histopatologia. Com o avúnculo, ela aprendera a esculpir figuras indígenas em toras de madeira reciclada. No cenário acima, o dado clinicoepidemiológico que indubitavelmente está em consonância com a história natural clássica do tumor é:
A rinite alérgica é uma afecção comum na infância. Em relação à abordagem adequada e ao tratamento eficaz deste problema de saúde, avalie as assertivas abaixo e depois assinale a opção correta: I - Mesmo no caso de lactentes sadios, mas com história de atopia na família, deve-se orientar o aleitamento materno e a restrição de alérgenos aéreos que podem reduzir em cerca de 50% o risco de atopia. / II - Rinite com obstrução persistente de fossas nasais pode levar a alterações e sequelas no crescimento facial como face alongada, nariz pequeno e mordida cruzada posterior. / III - O tratamento medicamentoso deve ser evitado nos casos de rinite persistente, visto que há pouco resultado prático e o uso de medicação pode trazer mais malefícios do que benefícios. / IV - Exames complementares tem pouca valia para embasar o diagnóstico da rinite alérgica, o qual deve ser feito baseado na história clinica e nos antecedentes pessoais e familiares de atopia.
Compartilhar