Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Homem de 25 anos vacinou-se contra rubéola em campanha nacional. Após 2 dias, sua esposa, que também tem 25 anos, confirmou gestação de cerca de 6 semanas. A conduta correta deve ser:

A
orientar sobre os riscos de rubéola congênita e indicar abortamento com autorização judicial.
B
aguardar 12 semanas para a realização de amniocentese com pesquisa de infecção fetal.
C
utilizar gamaglobulina hiperimune para a gestante para diminuir riscos e contágio.
D
solicitar sorologia para rubéola da mãe. Se a IgM estiver positiva, não há risco para feto.
E
seguir pré-natal de rotina.
Em relação às esplenectomias, são feitas as observações abaixo: I. O abscesso subfrênico esquerdo é a complicação intra-abdominal mais comum pós-esplenectomia; II. A fístula pancreática pós-esplenectomia é decorrente, na maioria das vezes, de lesões ocorridas na cauda do pâncreas e são mais frequentes que as fístulas gástricas; III. O principal mecanismo para o aparecimento das fístulas gástricas pós-esplenectomia é a inclusão da parede gástrica no momento da ligadura dos vasos curtos; IV. A trombose das grandes veias esplâncnicas ligadas ao sistema porta é uma das complicações com maior potencial de mortalidade. Dessas observações, podemos afirmar que:
Em qual dos seguintes locais NÃO deve ser utilizada infiltração de anestésico local com vasoconstritor para a sutura de um ferimento cortocontuso?
A hérnia inguinal direta representa qual tipo na classificação de Nyhus:
Qual o agente etiológico encontrado na infecção por osteomielite em faixa etária de 0 a 28 dias de vida?
Compartilhar