Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Infectologia

Hepatologia

Homem de 32 anos vem ao posto de saúde preocupado porque, ao realizar doação de sangue, foi impedido de fazê-la, por apresentar exames alterados para hepatite B. Seus exames revelam:HBsAG:não reagente;Anti-HBs:reagente;Anti-HBc IgM:não reagente;Anti-HBc IgG:reagente. Qual a melhor interpretação para esses resultados?

A
Trata-se de hepatite B crônica ativa
B
O paciente foi vacinado para hepatite B
C
O paciente desenvolveu imunidade em infecção passada
D
É um caso de hepatite B aguda
E
O paciente pode estar no período de janela imunológica
Associe os diagnósticos (coluna da esquerda) às características clínicas da dor (coluna da direita). 1- Tumor cerebral; 2- Cefaleia tensional; 3- Arterite de células gigantes; 4- Enxaqueca; 5- Cefaleia Tipo cluster. ( ) Cefaleia em faixa, de intensidade variável, mais prevalente em mulheres. ( ) Cefaleia unilateral, pulsátil, incapacitante, com duração entre 4 e 72 horas. ( ) Cefaleia orbital ou frontotemporal, constante, com início após os 60 anos, acompanhada de sintomas constitucionais. A sequência numérica correta, de cima para baixo, da coluna da direita, é:
O antígeno carcinoembriônico (CEA) encontra-se elevado no momento do diagnóstico em cerca de 20% dos pacientes com adenocarcinoma colorretal. Quanto à dosagem de CEA para o rastreamento populacional deste tipo de tumor, assinale a assertiva correta.
Hanseníase indeterminada, forma inicial da doença costuma apresentar-se com:
O diagnóstico mais provável associado ao aspecto radiológico de infiltrado reticulogranular (vidro moído), em recém-nascido com quadro de desconforto respiratório é:
Compartilhar