Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Vascular

Homem de 40 anos, arrítmico, sem outras comorbidades, chega ao pronto-socorro com história de dor súbita intensa e resfriamento em panturrilha esquerda há aproximadamente 4 horas. Nega história de claudicação intermitente prévia. Exame físico: membro inferior esquerdo pálido, com dor à palpação de panturrilha e sem pulsos femoral, poplíteo, tibial posterior e pedioso. No membro contralateral, todos os pulsos estão presentes e cheios. Assinale o diagnóstico e conduta.

A
Oclusão arterial aguda embólica; anticoagular o paciente e encaminhá-lo o mais rápido possível para o centro cirúrgico para desobstrução arterial de urgência.
B
Oclusão arterial aguda trombótica; anticoagular o paciente e encaminhá-lo o mais rápido possível para o centro cirúrgico para se proceder à desobstrução arterial de urgência.
C
Oclusão arterial aguda embólica; anticoagular o paciente, enfaixar os membros inferiores, colocá-los em proclive, realizar fasciotomia para tratar a síndrome compartimental instalada e programar arteriografia.
D
Oclusão arterial aguda trombótica; anticoagular o paciente, enfaixar os membros inferiores, colocá-los em proclive e programar arteriografia.
E
Oclusão arterial aguda embólica; enfaixar os membros inferiores, colocá-los em posição de Trendelemburg e iniciar anticoagulação sistêmica.
Homem de 68 anos, sem comorbidades, totalmente assintomático, procura urologista para realizar exame da próstata. Ao exame físico apresenta próstata de 50 gramas, fibro-elástica, sem nódulos. PSA = 4,2 ng/dL. Submetido à biópsia prostática que revelou adenocarcinoma de próstata Gleason 6 (3+3) em 5% de 2 fragmentos entre 12 analisados. Assinale a alternativa correta:
Mulher, 68 anos, diabética e hipertensa com quadro de hemiparesia a esquerda há 15 dias com reversão espontânea do quadro em menos de 24 h. Realizado exames complementares em caráter ambulatorial, e dentre eles uma angiorressonância, que evidenciou estenose de cerca de 90% da artéria carótida externa esquerda e calcificações com oclusão total da artéria carótida interna direita. Artérias carótidas comuns e interna esquerda com placas irregulares, mas sem alteração de velocidade de fluxo. Qual a melhor conduta para este caso?
Paciente de 70 anos, sexo feminino, tabagista e diabética, com história de claudicação intermitente em Membro Inferior Esquerdo (MIE) para menos de 1.000 metros. Há 12 horas, com dor contínua em MIE, diminuição de temperatura local, palidez e dor. Apresenta pulso femoral presente e ausência dos demais pulsos distais bilateralmente. O exame cardiológico é normal, dextro 135. Qual a principal hipótese diagnóstica?
A neoplasia prostática está entre as patologias que mais causam óbitos em homens. Sobre essa doença, pode-se afirmar EXCETO que:
Compartilhar