Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Homem de 40 anos encontra-se em unidade de terapia intensiva com diagnóstico de pneumonia, choque séptico e íleo metabólico. Está em uso de noradrenalina 0,4 ?g/kg/min e antibioticoterapia e sob suporte ventilatório mecânico com FiO2 de 60%. Nas últimas 24 horas, apresentou 1,5 litro de drenagem de líquido de estase pela sonda nasogástrica. Apresenta abdome distendido com RHA ausente. Gasometria arterial: pH 7,40, bicarbonato 24 mEq/L e pressão parcial de gás carbônico (pCO2) 36 mmHg. Exames laboratoriais: sódio 135 mEq/L e cloro 80 mEq/L. Em relação aos distúrbios metabólicos, podemos afirmar que:

A
A presença de pH, pCO2 e bicarbonato normais descarta alterações ácido-básicas.
B
Apresenta acidose metabólica com anion gap aumentado e alcalose metabólica.
C
Apresenta acidose metabólica hiperclorêmica compensada por alcalose respiratória.
D
Apresenta acidose metabólica com anion gap normal compensada por alcalose metabólica.
E
Apresenta acidose metabólica normoclorêmica compensada por alcalose respiratória.
Em relação ao agente químico que pode induzir ao suicídio, assinale a alternativa CORRETA:
Lactente de 7 meses vem à Unidade de Saúde para consulta de puericultura, e o médico observa que o bebê não rola nem senta sem apoio, além de apresentar palidez palmoplantar. Sua alimentação consta de mamadeiras de mingau de leite de vaca com amido de milho e açúcar e papa de frutas. O desmame completo ocorreu no primeiro mês de vida. A mãe não relata doenças prévias. O bebê pesa 8 kg e mede 64 cm. Que condição está causando esse quadro clínico?
Homem, 27 anos de idade, cursando com dor de garganta, febre com 38,5°C e tosse com expectoração há cinco dias. Ao exame físico, apresenta hiperemia de mucosas e exsudato amarelado. Não há assimetria de palato, nem desvio mediano de pilares amigdalianos. Notam-se linfadenopatias submaxilares e cervicais dolorosas. Entre os critérios clínicos usualmente empregados para definir possível faringite bacteriana no caso, não se inclui:
Paciente de 50 anos de idade, sexo feminino, diabética, em uso de hipoglicemiante oral, portadora de apneia do sono grave, vinha em acompanhamento endocrinológico por dois anos, com perda ponderal de 10 kg no primeiro ano e recuperação do peso, apesar de medidas dietéticas e farmacológicas. Ao exame físico, paciente com peso de 84 kg e altura de 1,50 m. Cintura de 112 cm, quadril de 106 cm. Em relação a esse caso, é CORRETO afirmar:
Compartilhar