Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Homem de 48 anos procura atendimento com relato de desconforto em hipocôndrio direito, escurecimento da urina e progressiva coloração da pele e dos olhos. Vem notando também insônia, sonolência diurna e tremores. Ao exame nota-se icterícia e fígado palpável a 4 cm do rebordo costal direito. Admite-se ser um bebedor crônico de alcoólicos e que na ultima semana vem fazendo uso de volumes muito superiores aos costumeiros. Refere diagnóstico anterior de colelitíase e uso atual de “remédio de ervas chinesas”. A avaliação laboratorial revelou bilirrubina total de 8,7mg% com bilirrubina direta de 6,8mg%, TGO de 320U/L e TGP de 140U/L, gama GT de 391U/L e RNI de 1,4. Com estes exames iniciais, que diagnóstico pode ser descartado com maior grau de certeza?

A
Hepatite viral aguda.
B
Coledocolitíase.
C
Hepatite viral crônica.
D
Hepatite alcoólica.
Mulher, 40 anos, previamente hígida. HMA: foi encontrada desacordada em uma fazenda distante com diversas cartelas vazias de diazepam ao seu lado. Após cinco horas, chegou ao PA. EF: REG, eupneica, acianótica, anictérica, afebril, escala de Glasgow: 13; 2 bulhas rítmicas, normofonéticas, sem sopros, FC: 90 bpm, PA: 110/70 mmHg; abdome sem alterações; murmúrio vesicular presente e simétrico, sem ruídos adventícios, FR: 16 ipm, SatO2: 92%. A conduta mais adequada é:
Lena, 47 anos, faz tratamento médico para depressão há mais de 7 anos. Já fez uso de vários tipos de antidepressivos, com resposta moderada. Atualmente, seu médico prescreveu um inibidor irreversível da MAO (Monoaminoxidase), chamado tranilcipromina. Qual das drogas abaixo poderá ser usada concomitantemente com a tranilcipromina, no caso de indicação médica precisa?
Um paciente de 23 anos refere episódios súbitos e recorrentes de taquicardia, sudorese e dispneia, com parestesia de extremidades e sensação de opressão torácica. Refere ainda que nestes episódios apresenta sensação de irrealidade e de estar distante de si mesmo. Qual é o diagnóstico mais provável deste paciente?
Dor no ombro é a terceira queixa musculoesquelética mais frequente de consulta médica. Com o avançar da idade, alterações degenerativas do manguito rotador podem levar a sua rotura. Em relação à síndrome do impacto, assinale a alternativa correta.
Compartilhar