Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Homem de 54 anos, portador de doença arterial coronária crônica, apresenta, após intensa emoção, dor torácica precordial e perda da consciência. Os pulsos periféricos não são perceptíveis e a pressão arterial não foi percebida. O mecanismo provável da parada é:

A
Assistolia.
B
Atividade elétrica sem pulso.
C
Taquicardia supraventricular.
D
Fibrilação ventricular.
E
Fibrilação atrial.
Um homem de 60 anos de idade, etilista e tabagista, queixa-se de rouquidão e disfagia. Exame físico revela linfadenopatia cervical. Laringoscopia revela nódulo ulcerado na superfície faríngea. Qual das seguintes alternativas é o diagnóstico mais provável?
A avaliação laboratorial dos processos inflamatórios, por meio das proteínas de fase aguda é corriqueira na prática diária dos reumatologistas. Sobre as proteínas de fase aguda, é correto afirmar:
João Pedro, 17 anos, estava jogando futebol e teve um trauma na região distal da coxa direita, evoluindo com dor, mas sem prejuízo da marcha. Após uma semana, queixou-se de aumento de volume da coxa e dor que foi piorando progressivamente, sem sinais de aumento de temperatura local. Houve discreta melhora dos sintomas com a utilização de AINEs, mas não houve diminuição do volume. A amplitude de movimento do quadril e do joelho estava normal. O exame de radiografia mostrou a presença de uma reação periosteal e neoformação óssea com adensamento do osso do canal medular e cortical. Com base no caso clínico, as principais hipóteses diagnósticas são:
Em relação às doenças do sistema venoso, são apresentadas as seguintes assertivas: I. As principais complicações da TVP são a insuficiência venosa e a síndrome pós-flebítica. II. O ecodoppler venoso, por sua alta sensibilidade e especificidade, tornou-se a primeira escolha para o diagnóstico de TVP. III. A tromboflebite migratória apresenta-se com episódios recorrentes de tromboflebites superficiais e pode ser manifestação de síndrome paraneoplásica. Qual é a alternativa correta?
Compartilhar