Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Endocrinologia

Pneumologia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Hepatologia

Homem de 56 anos consultou por quadro de dor intermitente de baixa intensidade no hipocôndrio direito, que aliviava com analgésicos, iniciado há 1 ano. Fazia uso de anti-hipertensivos e de hipoglicemiante oral. Nas últimas 24 horas, o paciente passou a apresentar febre, e a dor tornou-se contínua, fixa no hipocôndrio direito com irradiação para as costas. A avaliação laboratorial revelou glicemia de 250 mg/dl, hemograma com leucócitos de 15.000/mm³ (10% de bastonados) e bilirrubina direta de 0,8 mg/dl. A ultrassonografia abdominal mostrou cálculo de 2 cm na vesícula biliar com espessamento e gás em sua parede. Diante deste quadro, qual o diagnóstico mais provável e qual o tratamento mais indicado?

A
Colecistite enfisematosa - colecistectomia videolaparoscópica
B
Colecistite xantogranulomatosa - colecistectomia videolaparoscópica
C
Abscesso hepático - administração de ampicilina e sulbactam
D
Fístula colecistoduodenal - colecistectomia aberta
E
Colangite aguda - colangiopancreatografia endoscópica retrógrada
Um recém-nascido cianótico tem suspeita de cardiopatia congênita. O ECG mostra desvio do eixo para a esquerda e hipertrofia do ventrículo esquerdo. O diagnóstico MAIS provável é:
Na Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal, o médico analisou o Rx de tórax de neonato onde o laudo radiológico descreveu a presença do “sinal de vela de barco”. Frente a este achado, é correta a conduta:
O tipo de cálculo renal que mais frequentemente se associa aos quadros infecciosos é o cálculo de:
Garota, 5 anos, em sua primeira viagem de para o litoral, no banco de trás do veículo de seus pais, após cerca de 30 minutos de estrada, ficou subitamente pálida e a seguir apresentou náuseas, vômitos, sudorese e cefaléia. Ao exame clínico não se identificou qualquer dano labiríntico. A probabilidade é de que a garota tenha sido acometida por:
Compartilhar