Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Homem de 57 anos, há 3 meses com edema generalizado insidioso de evolução progressiva e dispneia de esforço, rapidamente progressiva aos mínimos esforços. O exame físico mostrava tórax sem expansão à direita, percussão maciça e murmúrio vesicular abolido em base e campo médio direito, sem frêmito toracovocal. O achado radiológico mais provável, neste caso, é:

A
Velamento do 1/3 inferior do hemitórax direito com estreitamento dos espaços intercostais e desvio ipsilateral do mediastino.
B
Velamento de 2/3 inferiores do hemitórax direito com desvio do mediastino para o lado contralateral.
C
Presença de ar no espaço pleural, identificação da margem do pulmão atelectasiado e desvio do mediastino para o lado central.
D
Hipotransparência homogênea em lobo médio e lobo inferior direito sem velamento de seio costofrênico.
Drª Rebeca recebe no seu ambulatório de pré-natal de alto risco a paciente Rosa, de 33 anos, portadora de lúpus eritematoso sistêmico, com idade gestacional de 20 semanas, Gesta IV/0, III abortos espontâneos. Ela trouxe resultados de exames que revelaram a presença de anticorpos antiSSA/RO e antiSSB/LA. O feto de Rosa poderá apresentar as alterações de:
Érika tem 23 anos, mora com seus pais e está cursando a universidade no curso de educação física. De alguns meses para cá vem sendo investigada por causa de crises de hipertensão arterial, cefaleia e palpitações que surgem principalmente após exercícios físicos intensos. Após exames laboratoriais e de imagem, foi confirmado diagnóstico de feocromocitoma. Para chegar ao diagnóstico da doença de Érika você não deve solicitar o exame de:
Paciente com fístula entérica, com débito de 5 litros por dia, pode apresentar mais frequentemente o seguinte distúrbio ácido-básico:
Em qual das situações abaixo relacionadas, o uso de antimicrobianos na forma profilática NÃO está indicado:
Compartilhar