Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Homem de 57 anos, há 3 meses com edema generalizado insidioso de evolução progressiva e dispneia de esforço, rapidamente progressiva aos mínimos esforços. O exame físico mostrava tórax sem expansão à direita, percussão maciça e murmúrio vesicular abolido em base e campo médio direito, sem frêmito toracovocal. O achado radiológico mais provável, neste caso, é:

A
Velamento do 1/3 inferior do hemitórax direito com estreitamento dos espaços intercostais e desvio ipsilateral do mediastino.
B
Velamento de 2/3 inferiores do hemitórax direito com desvio do mediastino para o lado contralateral.
C
Presença de ar no espaço pleural, identificação da margem do pulmão atelectasiado e desvio do mediastino para o lado central.
D
Hipotransparência homogênea em lobo médio e lobo inferior direito sem velamento de seio costofrênico.
O diagnóstico de asma no lactante é dificil de ser realizado. Para tanto, existe um índice clínico com critérios maiores (um dos pais com asma, diagnóstico de dermatite atópica) e critérios menores (diagnóstico médico de rinite alérgica, sibilância não associada a resfriado, e eosinofilia maior ou igual a 4%). Utilizando-se esses critérios, considera-se um lactente com provável diagnóstico de asma quando apresenta:
Uma motorista de 26 anos, que usava cinto de segurança, foi levada ao hospital de trauma, após colisão frontal com caminhão. O exame primário não revela evidência de traumatismo grave, exceto pela queixa de dor abdominal difusa, porém discreta. Os ruídos hidroaéreos estão diminuídos e a macicez hepática é duvidosa. Uma radiografia de tórax em posição ortostática revela pneumoperitônio. Nesse caso, a paciente deve ser: 
Menina, 8 anos, com intensa otalgia e febre há 6 horas. Exame físico: T= 37,8° C, otoscopia com intensa hiperemia de conduto e membrana timpânica com bolhas na porção externa. O agente etiológico mais provável é:
Pré-escolar de três anos é atendido com tosse produtiva, principalmente noturna, e obstrução nasal há 15 dias. A mãe refere infecção de vias aéreas superiores no início do quadro. O diagnóstico provável é:
Compartilhar