Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Homem de 77 anos chega ao pronto-socorro com dor e distensão abdominal há 3 dias e vômitos há um dia. Exame físico: desidratado, descorado, eupneico, afebril, pulmões livres, abdome distendido, com dor a palpação profunda difusamente, sem descompressão brusca dolorosa, ruídos hidroaéreos aumentados. Toque retal com ampola ampla e sem lesões ou fezes palpáveis. RX de abdome: grande distensão de cólon. Hemograma: 15.000 leucócitos e 5% de bastonetes. A conduta é:

A
antibioticoterapia e indicar cirurgia de emergência.
B
solicitar tomografia computadorizada e antibioticoterapia.
C
sonda nasogástrica de grosso calibre e hidratação endovenosa com observação rigorosa e reavaliação em 24 horas.
D
ultrassonografia abdominal e drenagem de abscesso intracavitário se necessário.
E
realizar retossigmoidoscopia para diagnóstico e terapêutica.
Pré-escolar de cinco anos é atendido com quadro agudo de febre, cefaleia e vômitos. Ao exame, apresenta-se sonolento e com rigidez de nuca. Exame ao liquor: 600 células, sendo 90% de neutrófilos; proteína 80 mg%, glicose 25 mg%. Látex negativo para meningococo, hemófilo e pneumococo. O diagnóstico provável é:
Um paciente com hipertensão arterial, diabetes e dislipidemia, qual a droga mais indicada para o tratamento da hipertensão?
Como você definiria uma isquemia cerebral transitória ou ataque isquêmico transitório?
Todas as alternativas abaixo estão relacionadas com risco de morte para os pacientes portadores de asma, exceto:
Compartilhar