Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Indivíduo com genitália ambígua, apresenta hérnia inguinal com palpação de tumoração fibroelástica, móvel, junto ao anel herniário. É mais provável tratar-se de:

A
hemafroditismo verdadeiro.
B
pseudohermafroditismo masculino.
C
pseudohermafroditismo feminino.
D
gônoda disgenética.
E
síndrome de Turner.
Paciente, 20 anos de idade, G1P0A0, dá entrada em serviço de emergência, com atraso menstrual de 15 dias, referindo dor em baixo ventre e sangramento por via vaginal há dois dias. Nega passado de DST. Ao exame, TA: 120 X 60 mmHg, PR: 70 bpm, temperatura de 36,8°C. Abdome plano, flácido e não doloroso à palpação. Ao toque, útero discretamente aumentado de volume, não doloroso. Não foram palpadas massas anexiais. Beta-HCG: 700 mUI/ml (terceiro padrão internacional). USG revela útero vazio e tumoração heterogênea de 1,5 cm, em região anexial esquerda. São fatores de risco para gravidez ectópica, exceto:
A cefaleia é um dos sintomas mais comuns na prática médica. Os aspectos de história relacionados a seguir, fazem pensar em migrânea (enxaqueca) como origem da cefaleia, exceto:
À medida que não tem respaldo científico para evitar o desenvolvimento de diabetes tipo II em paciente com síndrome metabólica é:
Paciente, 24 anos de idade, com história prévia de asma, sem crise desde os 14 anos, sofreu, há 2 horas, picada de abelha em braço esquerdo. Ao exame, apresenta-se com TA: 130 X 80 mmHg, PR: 100 bpm, frequência respiratória de 21 ipm. Ausculta cardiorrespiratória normal, com dor intensa em braço esquerdo, com sinais locais de flogose. Boa perfusão periférica. A conduta imediata é:
Compartilhar