Questões na prática

Clínica Médica

Ginecologia e Obstetrícia

Infectologia

Obstetrícia

Instruções: Para responder às questões de números 27 a 29 assinale, na folha de respostas, a alternativa que contém a afirmação correta em relação ao assunto indicado: Sífilis durante a gestação.

A
O diagnóstico da infecção materna é obrigatoriamente sorológico.
B
A infecção fetal deve ser confirmada pela coleta de sangue por meio de cordocentese, e o esquema terapêutico a ser utilizado depende dos resultados do teste não treponêmico realizado no sangue fetal.
C
As alterações imunológicas da gestação invalidam as provas treponêmicas, razão pela qual se utiliza teste não treponêmico durante o seguimento prénatal.
D
Devido à lenta progressão da infecção na mãe, gestantes com teste não treponêmico de baixo título (até 1:4) não necessitam de tratamento.
E
Os critérios diagnósticos e os exames que podem ser realizados são os mesmos utilizados para qualquer paciente com suspeita de sífilis.
Um homem com 20 anos de idade chegou à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), relatando que foi acordado durante a noite por fortes zumbidos no ouvido esquerdo. O paciente encontra-se bastante nervoso e agitado, dizendo a todo momento que o inseto está vivo, movimentando-se dentro do seu ouvido. Refere, ainda, que, antes de vir para a UPA, tentou retirar o mesmo com uma tampa de caneta, mas não obteve sucesso. Considerando essa situação, qual a conduta adequada nesse caso?
Denomina-se epistaxe o sangramento proveniente da mucosa nasal. Sobre esse agravo, é correto afirmar:
Responda às questões 13 e 14 considerando o caso clínico que segue. Paciente do sexo masculino, 38 anos, pedreiro, casado, natural e procedente de Natal, é admitido em pronto-socorro queixando-se de dor abdominal difusa e febre alta, que se seguiu a sonolência. O acompanhante revela que o quadro se instalou nas últimas 48 horas e que o paciente é portador de cirrose hepática de etiologia alcoólica. Ao examiná-lo, o médico evidencia sonolência, miose, taquisfigmia, temperatura de 38 graus centígrados, torpor. Não há sinais de irritação meningo-radicular. A ausculta cardiopulmonar não acrescenta novos dados. O exame abdominal revela ascite tensa.A intervenção diagnóstica correta para esse caso é:
Homem de 80 anos vai ao consultório médico referindo indisposição e hiporexia de início há três meses. Faz uso de Sinvastatina e Doxazosina para tratamento de dislipidemia, hipertensão arterial e hiperplasia prostática benigna de longa data. Fez um hemograma que mostrava: Ht 29%; VCM 82 fl; RDW 14%; série branca e plaquetária normais; e tinha um VHS de 42 mm. Ao exame clínico, estava levemente descorado e emagrecido, sem outras alterações. A causa mais provável da anemia desse paciente é
Compartilhar