Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Doenças Respiratórias

Internada com pneumonia necrotizante, lactente de 10 meses apresenta atraso de desenvolvimento psicomotor e hiperreflexia generalizada. O hemograma mostrou anemia e plaquetopenia. A história patológica pregressa revela internações por pneumonia e sepse bacteriana. Considerando que a principal hipótese diagnóstica seja infecção pelo HIV, o tipo de teste necessário para confirmá-la é:

A
antigenemia p24.
B
contagem de células CD4.
C
detecção de anticorpos anti-HIV e teste confirmatório.
D
quantificação de RNA viral plasmático ou detecção de DNA pró-viral.
Lesão eritemato-vesico-crostosa, de aspecto circinado, pruriginosa traduz:
Um lactente de 4 meses apresenta história de febre e vômitos há 4 dias. O bebê tem antecedente de ter nascido de gestação de 26 semanas com 960 g. Permaneceu internado até os 3 meses em decorrência de múltiplas complicações, incluindo a presença de hemorragia periventricular grau IV que necessitou a instalação de válvula de derivação ventrículo-peritoneal há aproximadamente 6 semanas. O exame físico revela um bebê pouco responsivo e afebril. O restante do exame é inespecífico. Você decide colher uma amostra do liquor para descartar a possibilidade de meningite. Caso confirmada, esta infecção será provavelmente devida a:
Paciente feminina de 24 anos, com diagnóstico de LES há 6 anos, vinha em tratamento conservador, em uso de Prednisona 5 mg ao dia. A mesma ficou grávida e após 7 meses de gestação iniciou com Hipertensão (150/100), Edema de Membros Inferiores (3+/4), Proteinúria (3+/4). Apresentou crise convulsiva, plaquetopenia (75.000) que diminuíram para 45.000; Aumento de Transaminases e anemia aguda (Hb = 7,0). Evoluiu com piora da função renal. Cr (1,0 -> 4,5) e anúria. Dores articulares importantes e piora do rash malar. C3 e C4 abaixo dos valores normais; Anti-DNA elevado. Baseado neste caso, responda. Qual das medidas abaixo não seria prudente a ser tomada?
A parotidite pode ocorrer em pacientes cirúrgicos, principalmente em indivíduos idosos desidratados. O tratamento deve ser direcionado no sentido de reidratação, estimulação da salivação e administração de antibióticos contra o agente etiológico mais comum, conhecido como:
Compartilhar