Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Endocrinologia

Januária, 24 anos, realizou, há 18 meses, cirurgia de derivação gástrica em Y de Roux por via laparoscópica devido à obesidade mórbida. No 3° dia de pós-operatório apresentou taquicardia e desconforto abdominal e, no dia seguinte, observou-se drenagem de secreção biliosa pela ferida operatória. Teve alta após o controle da complicação acima e desde então, perdeu 25 kg. Nega outras patologias. Há um mês com astenia intensa, dificuldade de deambular, sudorese e vômitos frequentes no período pós-prandial. Intolerância à ingestão de carne bovina. Nega uso de medicações. Em amenorreia há 6 meses. Ao exame ginecológico, observa-se muco cervical abundante fluido e cristalino, com filância de 8 cm. O quadro apresentado requer:

A
Medicação antidepressiva
B
Revisão cirúrgica
C
Vitaminas do complexo B
D
Antieméticos e orientação dietética
No exame parcial de urina, num paciente com disfunção renal aguda, a presença de cilindros hemáticos pode significar:
O suporte nutricional enteral é utilizado como terapia de rotina em pacientes com deficiência proteico-calórica, disfagia severa, grandes queimaduras, ressecção intestinal e fístulas, enquanto uma porção do trato digestivo ainda mantém sua capacidade absortiva. Sobre nutrição enteral, assinale a alternativa incorreta:
Apesar dos grandes avanços na cirurgia e medicina intensiva, a pancreatite aguda continua sendo um dos maiores desafios, principalmente pela evolução muito desfavorável de alguns pacientes. Sobre o manejo da pancreatite aguda, assinale a alternativa incorreta:
A lesão do ducto biliar, durante colecistectomia vídeo-laparoscópica, ocorre mais comumente:
Compartilhar