Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

J.M.C, criança do sexo feminino, com 2 meses de idade, é levada, pela mãe, à Unidade de Saúde da Família, para se vacinar. Há registro de que já havia tomado, ao nascer, a dose única de BCG-ID e a 1ª e 2ª doses de vacina contra hepatite B. Segundo o Calendário de Vacinação da Criança, do Ministério da Saúde, não havendo contraindicação, ela deve, além das primeiras doses da Tetravalente (DPT + Hib) e VOP (contra pólio), receber na ocasião também a:

A
dose única de SRC (tríplice viral contra sarampo, caxumba e rubéola).
B
3ª dose da vacina contra hepatite B.
C
dose de reforço da BCG-ID.
D
primeira dose de VORH (contra rotavírus).
Constituem indicação de via aérea definitiva: I) Inconsciência (Glasgow < 8); II) Fraturas Severas Maxilofaciais; III) Cianose; IV) Estridor.
Em relação às doenças osteometabólicas podemos afirmar:
Mulher de 32 anos sofre queda do 10º andar de um prédio em uma aparente tentativa de suicídio. Na apresentação, apresenta lesões óbvias na cabeça e extremidades e se encontra totalmente apneica. Qual o melhor método para obtenção de via aérea definitiva nessa paciente?
A coarctação de aorta ocorre em cerca de 5% a 8% do total de pacientes com malformações cardíacas congênitas e o diagnóstico precoce é muito importante. A suspeita diagnóstica pode ser feita durante o exame físico de rotina através da:
Compartilhar