Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

José Maria, 65 anos, desmaiou jogando uma partida de futebol. O SAMU 192 foi acionado e chegou em 10 minutos. Ao exame, ausência de respiração e pressão arterial no ECG asistolia. Foram realizadas manobras de reanimação cardior­repiratória durante 10 minutos, sem que fosse obtido sucesso. Os familiares chegaram assustados e informaram angina há 05 anos e diabetes do tipo 2. Dos quadros relatados abaixo, qual a mais provável causa mortis?

A
Parada cardíaca.
B
Tamponamento cardíaco.
C
Rotura de cordoalha tendínea.
D
Fibrilação Ventricular.
E
Necrose do miocárdio.
Homem de 55 anos procura um cirurgião com história de duas cirurgias prévias para tratar uma hérnia inguinal à direita. Ao exame da região inguinal, evidencia-se hérnia não redutível abaixo do ligamento inguinal. A técnica que está melhor indicada para este caso é:
Jéssica tem 2 anos e chega ao pronto-socorro com dor e incapacidade de movimentação do membro superior direito. A mãe nega história de trauma e informa que tudo aconteceu quando passeavam na praça: "Doutor, ela tropeçou e ia cair quando eu a puxei e levantei pela mão direita". Ao exame, Jéssica mantém o braço direito fletido, tem dor à movimentação e sua mão está em pronação. O diagnóstico mais provável para Jéssica é:
Uma gestante no primeiro trimestre de gravidez apresenta exame com IgG e IgM positivos para toxoplasmose. Assinale a conduta mais adequada:
Mulher de 28 anos, com artrite reumatoide, apresenta-­se com piora da artrite. Ela toma Naproxen 500 mg 02 vezes ao dia e prednisona 05 mg/dia. Ao exame, sinovites em várias pequenas articulações das mãos e pés. Tem relato de Hepatite C. Qual dos seguintes é o passo mais apropriado na terapêutica desta paciente?
Compartilhar