Questões na prática

Clínica Médica

Ginecologia e Obstetrícia

Gastroenterologia

Jovem de 14 anos de idade, com dor pélvica aguda na região hipogástrica direira (FID), febre, calafrios, e com ciclos menstruais regulares. Sinal de Blumberg positivo. O diagnóstico clínico mais provável é:

A
Gravidez tubária rota
B
Torção de ciclo ovariano
C
Abscesso tubo-ovariano
D
Piclonefrite aguda
E
Apendicite aguda
Criança, 11 anos de idade, foi trazida pela mãe para avaliação do peso, pois acha que seu filho está gordo. Não pratica atividades físicas regularmente, come muito carboidrato, bebe refrigerante diariamente e não gosta de verduras, legumes e frutas. Na avaliação antropométrica nota-se: peso = 43,5 kg, estatura = 1,40 m, IMC = 22,2 kg/m² (entre o percentil 90 e 95 da curva masculina para IMC - NCHS / CDC 2000). O estado nutricional do menino é:
Criança, 5 anos de idade, há 1 semana apresenta palidez cutaneomucosa, hiporexia, fraqueza, equimoses e petéquias. Ao exame REG, palidez cutaneomucosa (++/++++) e adenopatia generalizada. Pele: presença de equimoses e petéquias em tronco e membros, FR = 24 ipm. FC = 120 bpm. Presença de sopro sistólico (+/+6). Fígado palpável a 3 cm do RCD e baço palpável a 4 cm do RCE. Hemograma: Hb = 7,5 g/dl, GB = 1000/dl, Plaquetas = 18.000/dl. Mielograma: relação L:E 8:1, com medula óssea tomada por blastos. Imunofenotipagem mostrou: positividade para CD19, e CD20 e CD10, sendo negativa para CD33, slg, cCD3 e CD7. RT-PCR mostrou presença de t(12;21). Com base no exposto, acima o diagnóstico é:
A resolução CFM nº 1.480/97 aborda a Morte Encefálica e detalha a “Prova da Apneia” como realizada de acordo com um protocolo que inclui:
Sobre as fraturas de membro inferior em crianças assinale a afirmativa INCORRETA:
Compartilhar