Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Jovem de 22 anos iniciou, há três dias, dor tipo “agulhadas” nos membros inferiores. Procurou ajuda quando notou fraqueza muscular, referindo que sentia “como se suas pernas fossem de borracha”. Evoluiu com paralisia arrefléxica, acometendo braços e principalmente pernas. A tomografia computadorizada do crânio e da coluna lombar foram normais. Liquor com 1 hemácia/mm³, 5 leucócitos/mm³ (100% mononucleares) e 300 mg/dl de proteínas. O quadro clínico e laboratorial apresentado pelo paciente está, na maior parte dos casos, relacionado à infecção por:

A
Coxsackie B.
B
Campylobacter jejuni.
C
Listeria monocytogeneses.
D
Haemophilus influenzae.
São complicações precoces da banda gástrica ajustável:
Dependendo da rapidez da queda da concentração plasmática do sódio, hiponatremia pode causar convulsões e coma. Hiponatremia é classificada como severa quando:
Na correção Endovascular de aneurisma de aorta abdominal infrarrenal de 06 cm de diâmetro em um paciente de 64 anos do sexo masculino, hipertenso e diabético, observamos no intra-operatório a presença fluxo retrógrado por vias colaterais como artérias lombares, mesentérica inferior ou hipogástricas para dentro do saco aneurismático. Classificamos este vazamento como:
Paciente, três anos de idade, é internado com história de tosse há 2 semanas, tendo piorado nos últimos dias com febre alta, anorexia e crises convulsivas. O exame físico mostra que o estado geral é precário, toxemiado, gemente, dispneico com tiragem IC. O RX de tórax mostra imagem de condensação bilateral. O PPD foi forte reator e o LCR: hipercelularidade, hiperproteinorraquia e hipoglicemia. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar