Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Neonatologia

Juliana, 2 meses e 25 dias de vida, chega ao pronto atendimento com febre. A mãe relata que há 12 horas vem notando a criança muito “quentinha”. Ela sente-se insegura, Juliana é sua primeira filha e o pai está preso em Bangu I por tráfico e uso de drogas. Juliana nasceu de parto normal, realizado na emergência, pensando 3500 g. Não foi amamentada ao seio, usando exclusivamente fórmula láctea. A mãe não realizou pré-natal e perdeu a carteira de imunizações da filha. Exame físico: peso 5.100 g, T.ax 38,5°, FC 148 bpm, FR 40 irpm. Lactente ativa, sem sinais de irritação meníngea, eupneica, com pequena lesão cicatricial em região deltoide de braço direito. Demais aparelhos e sistemas sem aterações. O médico pensa na possibilidade de Juliana ter sido exposta ao vírus HIV durante a gestação e solicita alguns exames. Considerando-se essa possibilidade, deve-se solicitar:

A
anti-HIV; se positivo,considerar contaminação; se negativo, afasta a transmissão vertical
B
carga viral; se positiva, considerar contaminação; se indetectável, afasta transmissão vertical
C
anti-HIV; se positivo, pedir carga viral;s e negativo, afasta a transmissão vertical
D
carga viral; se positiva, considerar contaminação; se indetectável, pedir nova carga viral
Considere os pacientes abaixo relacionados, ressaltando-se que todos foram atendidos no local do acidente pelo SAMU e encaminhados para um hospital de referência: Paciente 1 – Paciente 38 anos, masculino, vítima de acidente automobilístico, com vítima fatal. Lá chegou acordado, alerta, sem alterações neurológicas, sóbrio, sem relato de dor cervical. Paciente 2 – Paciente sexo masculino, 29 anos, vítima de capotamento. Foi atendido alerta, neurologicamente normal, cooperativo, com relato de dor em região cervicotorácica. Paciente 3 – Paciente 9 anos, masculino, vítima de acidente automobilístico, tendo sido projetado para fora do veículo. Atendido alerta, cooperativo, sem déficit neurológico, sem relato de dor cervical. Paciente 4 – Paciente sexo masculino, 65 anos, vítima de queda, cerca de 8 metros. Estava agitado, confuso, com sinais de hemorragia intra-abdominal, com necessidade de cirurgia de urgência. Qual alternativa contém as opções corretas sobre a conduta em relação à coluna cervical desses pacientes, respectivamente:
Com relação ao tratamento da Hipertensão Arterial, assinale a alternativa INCORRETA:
Paciente com 42 anos de idade, com queixa de sangramento vaginal e dor pélvica, é atendida por um ótimo ginecologista. O médico, após examiná-la, relata à senhora que se trata de um mioma uterino, cuja porção se localiza na espessura da parede uterina, levando a pouca ou quase nenhuma deformidade das camadas externas e internas do útero. Nesse caso, a que tipo de mioma o ginecologista se refere?
A AIDS caracteriza-se por contagem de linfócitos T CD4+ abaixo de 200 células/mm³. Frequentemente está associada a doenças encontradas em pacientes com grave disfunção imune celular. A fase tardia da AIDS revela complicações infecciosas secundárias. Nessa classificação existe uma doença na mulher soropositiva indicadora de AIDS que é:
Compartilhar