Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Juliana, 2 meses e 25 dias de vida, chega ao pronto atendimento com febre. A mãe relata que há 12 horas vem notando a criança muito “quentinha”. Ela sente-se insegura, Juliana é sua primeira filha e o pai está preso em Bangu I por tráfico e uso de drogas. Juliana nasceu de parto normal, realizado na emergência, pensando 3500 g. Não foi amamentada ao seio, usando exclusivamente fórmula láctea. A mãe não realizou pré-natal e perdeu a carteira de imunizações da filha. Exame físico: peso 5.100 g,T.ax 38,5°, FC 148 bpm, FR 40 irpm. Lactente ativa, sem sinais de irritação meníngea, eupneica, com pequena lesão cicatricial em região deltoide de braço direito. Demais aparelhos e sistemas sem aterações. Dentro da Estratégia de Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância, os sinais e sintomas de perigo para Juliana são:

A
não consegue mamar o peito, vomita tudo o que ingere, convulsões e letargia
B
vomita tudo o que ingere, convulsões, inconsciência e tiragem subcostal
C
tiragem subcostal, vomita tudo o que ingere, inconsciência e petéquias
D
petéquias, tiragem subcostal, não consegue mamar o peito e convulsões
Em um paciente apresentando perda ponderal significativa, a presença da tríade composta por hematúria, dor e massa em flanco deve sugerir como principal hipótese diagnóstica:
"A obtenção de uma história clínica detalhada é essencial em pacientes com lesões no sistema do músculo esquelético para facilitar o diagnóstico e tratamento precisos". A respeito da correlação entre o mecanismo do trauma e as lesões comumente associadas, é correto afirmar:
Os extraordinários benefícios do aleitamento materno estão bem documentados sejam eles de ordem nutricional, afetiva, imunológica, cognitiva ou econômica. O uso de medicamento durante a lactação é uma prática muito frequente e uma causa importante de interrupção do aleitamento materno. Isso se deve basicamente à carência de informações sobre muitos fármacos. O desconhecimento e o desinteresse dos profissionais de saúde sobre o tema são citados na literatura como fatores que contribuem para o desmame. Em relação às interações entre fármacos e amamentação assinale a alternativa correta:
Homem de 62 anos compareceu ao ambulatório de cirurgia queixando-se de abaulamento na região inguinal direita há seis meses. No exame físico da região inguinal, observam-se alargamento de 4 cm de diâmetro dos anéis inguinais e defeito da parede posterior do canal inguinal, à direita. O paciente refere uma “tumoração” que desce às vezes para o saco escrotal, à direita, sendo reduzido por ele manualmente. Diante do quadro clínico, o provável diagnóstico, tratamento, e complicação pós-operatória mais frequentes são, respectivamente:
Compartilhar