Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Juliana, 2 meses e 25 dias de vida, chega ao pronto atendimento com febre. A mãe relata que há 12 horas vem notando a criança muito “quentinha”. Ela sente-se insegura, Juliana é sua primeira filha e o pai está preso em Bangu I por tráfico e uso de drogas. Juliana nasceu de parto normal, realizado na emergência, pensando 3500 g. Não foi amamentada ao seio, usando exclusivamente fórmula láctea. A mãe não realizou pré-natal e perdeu a carteira de imunizações da filha. Exame físico: peso 5.100 g, T.ax 38,5°, FC 148 bpm, FR 40 irpm. Lactente ativa, sem sinais de irritação meníngea, eupneica, com pequena lesão cicatricial em região deltoide de braço direito. Demais aparelhos e sistemas sem alterações. A avaliação inicial deve incluir hemograma e:

A
hemocultura
B
EAS
C
eletrólitos séricos
D
punção lombar
Um lactente de 45 dias, sexo masculino, pesando 3.500 g, aleitamento materno exclusivo, procura serviço médico e os pais referem quadro de vômitos não biliosos repetidos pós-alimentares há 3 semanas, negando febre ou outros sintomas. Ao exame físico, o lactente encontra-se hipoativo, peso de 3.550 g, com desidratação moderada, e é possível perceber pequena tumoração à palpação abdominal do epigástrio. Diante desse quadro, a hipótese mais provável, o exame complementar mais adequado e o tratamento são, respectivamente:
A causa mais comum de derrame pleural neoplásico é:
Referindo-se ao tratamento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), indica-se oxigenoterapia contínua domiciliar quando o paciente tiver:
Homem, 60 anos, há 6 meses queixa-se de dor lombar baixa, de ritmo mecânico em faixa, com irradiação para região inguinal, glútea e face anterior da coxa direita. Refere piora vespertina, necessitando uso diário de analgésicos e anti-inflamatórios não hormonais. Trabalha em uma distribuidora, caminha vários quilômetros ao dia sem carregar peso. Exame físico: dor à palpação da região lombar baixa com retração dos músculos isquiotibiais, bloqueio de rotação interna do quadril direito, abdução de 10 graus, sinal de Thomas (+) à direita, ausência de déficit neurológico, Laségue negativo. Radiograma da coluna: sem alterações. O DIAGNÓSTICO E A CONDUTA SÃO:
Compartilhar