Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Juliana, 22 anos, solteira, procurou seu médico de família com o exame HCG positivo no dia 10 de outubro de 2008. Relatou que a data de sua última menstruação foi em 25/7/2008. Juliana é mãe de Davi, fruto de um relacionamento passado com Pedro. Vive com sua mãe (Dona Dora), seu pai (Sr. Francisco Eugênio) e 3 irmãs mais jovens solteiras. Estudou até a sétima série, tendo abandonado os estudos para trabalhar em “casa de família”. Relata que a vida em casa está difícil, pois Sr. Francisco é etilista pesado e, apesar de haver períodos raros em que a dinâmica familiar é satisfatória e competente, aqueles disfuncionais e insatisfatórios tendem a prevalecer. Após essa primeira consulta de Juliana, o médico de família solicitou os exames complementares. Assinale a alternativa que contém os exames laboratoriais que devem ser solicitados na primeira consulta de pré-natal:

A
Grupo sanguineo e fator Rh, hemograma, glicemia de jejum, teste de tolerância à glicose (75 mg de dextrosol), sumário de urina, urocultura, VDRL, sorológica universal para HIV e colesterol total.
B
Grupo sanguineo e fator Rh, hemograma, glicemia de jejum, teste de tolerância à glicose (75 mg de dextrosol), sumário de urina, urocultura, VDRL, triagem sorológica universal para HIV e sorologia para hepatite B (em pacientes não-vacinadas).
C
Grupo sanguineo e fator Rh, hemograma, glicemia de jejum, sumário de urina, urocultura, VDRL, citologia oncótica cervical, teste de Coombs.
D
Grupo sanguineo e fator Rh, hemograma, glicemia de jejum, sumário de urina, urocultura, VDRL, triagem sorológica universal para HIV, sorologia para hepatite B (em pacientes não-vacinadas), citologia oncótica cervical.
Um paciente de 70 anos hospitalizado, em pós-operatório recente de osteossíntese de fratura de fêmur, desenvolve quadro súbito de dispneia, hipotensão, taquicardia sinusal, estase jugular, bulhas cardíacas hipofonéticas com pulmões relativamente limpos. Qual dos exames abaixo apresenta a maior acurácia diagnóstica nesta situação clínica?
Paciente masculino, vítima de acidente automobilístico, clinicamente estável com fratura do planalto tibial e lesão extensa de artéria e veia poplítea. A melhor alternativa cirúrgica é:
Gestante de 37 anos, com 33 semanas de gestação, queixa-se de parada de movimentação fetal há 1 dia. Refere não ter nenhuma intercorrência no pré-natal. É sua segunda gestação, tendo um parto normal há 3 anos, com recém-nascido saudável que pesou 3.300g. A pressão arterial é de 100x60cm H2O. A altura uterina é de 29cm, não há dinâmica uterina. Não se auscultam batimentos cardíacos fetais e o colo está impérvio. A ultrassonografia revela ausência de batimentos cardíacos fetais, apresentação pélvica, placenta grau II e líquido amniótico de volume normal. Qual a conduta a ser tomada?
Para a criança da questão anterior o tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde é:
Compartilhar