Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Juliano, vítima de trauma torácico, apresenta fratura de 4 arcos costais e é levado ao pronto-socorro. Ao exame está estável,corado, eupneico com frequência respiratória de 26 irpm, frequência cardíaca de 90bpm. À ausculta pulmonar tem murmúrio vesicular normal bilateralmente. O radiografia de tórax evidencia um mínimo pneumotórax em ápice de pulmão direito. Os pais de Juliano, preocupados, decidem levá-lo para São Paulo de avião. Qual a medida mais apropriada para o caso?

A
Intubação orotraqueal.
B
Realizar drenagem torácica.
C
Entrar em contato com o hospital que vai recebê-lo.
D
Contratar médico para acompanhá-lo na aeronave.
O mecanismo elétrico mais comum da parada cardíaca é:
A causa mais comum de derrame pleural neoplásico é:
Uma paciente de 42 anos procura o ambulatório de cirurgia geral com uma USG demonstrando um nódulo cervical em topografia de pólo superior tireoidiano com 2,4 cm e com uma tomografia computadorizada de abdômen com um nódulo de 1 cm em suprarrenal direita. Queixa-se de diarreia nos últimos 6 meses, com tratamento para verminose completo há uma semana. Suas dosagens hormonais tireoidianas são normais, mas a dosagem de calcitonina encontra-se aumentada. As catecolaminas séricas e urinárias também estão dentro da normalidade e seu cortisol plasmático encontra-se dentro da faixa esperada. A natremia é de 140 e a calemia de 3,7. Face a este diagnóstico, tratamento cirúrgico indicado é:
A associação de fenômenos de trombose vascular predominantemente arterial (AVC, infarto do miocárdio, infarto renal), perdas fetais recorrentes, plaquetopenia e vegetações valvares não bacterianas faz supor o diagnóstico de:
Compartilhar