Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Hematologia

Nefrologia

Lactante, 8 meses, com evolução de dois meses com quadro de anemia, recebeu transfusão de concentrado de hemácias há 15 dias. Apresenta edema em mão e pés, distensão abdominal, febre e ao raio-x de tórax: condensação em terço inferior de pulmão direito. Hemograma com leucocitose, anemia, plaquetose e reticulócitos aumentado. Mãe com história de anemia, foi submetida a colocistectomia para tratamento de litíase biliar. Qual o diagnóstico mais provável e qual exame indicado para o diagnóstico de certeza?

A
Esferocitose, curva de fragilidade osmótica;
B
Anemia Falciforme, eletroforese de hemoglobina;
C
Anemia de Fanconi. Mielograma;
D
Leucemia linfoide aguda. Mielograma;
E
Linfoma de Hodgkin, biópsia de medula;
Com relação às anginas, tonsilite ulceromembranosa unilateral, que não se estende aos pilares e que está associada à má higiene oral, são características da:
A cirurgia de revascularização do miocárdio pode ser realizada com ou sem auxílio de circulação extracorpórea (CEC). Assinale a alternativa cuja situação NÃO representa uma contraindicação absoluta para a cirurgia sem CEC.
Qual o agente etiológico mais comum das pneumonias comunitárias?
Paciente de 70 anos, sexo feminino, procura atendimento por sangramento gengival após extração dentária. Refere que, pela segunda vez em dois meses, apresentou o referido fato apesar de compressas geladas e aplicação com compressão do local por até 4 horas. Não faz uso de quaisquer medicamentos. Realizou alguns exames que evidenciaram: tempo de protrombina normal, tempo de tromboplastina parcial ativada = 50s (normal de 20 a 35s), hemograma normal. Eletrólitos e provas de função hepática, tireoidiana e renal estavam normais. Com base nestes dados, qual o diagnóstico, entre os abaixo, mais provável para esta paciente?
Compartilhar