Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Doenças Respiratórias

Lactente com 3 meses de idade procura o Posto de Saúde com queixa de tosse persistente há 3 semanas, gemente e inapetente há 2 dias. Nega febre durante toda a doença. Nascido de parto normal, a termo, peso adequado para idade gestacional, Apgar 9, 10. Consultas anteriores: aos 7 dias de vida, icterícia fisiológica e aos 30 dias de vida, conjuntivite. Leite materno exclusivo. Ao exame físico: Peso 5100 g, comprimento 60 cm. BEG, FR 58 irpm, FC 120 bpm, temperatura axilar 36,5 ºC. Ausculta pulmonar com MV presente e estertores subcrepitantes disseminados. Restante do exame sem anormalidades. Radiografia de tórax mostra opacidade heterogênea no lobo superior direito. Hemograma: 10 g Hb, Leucócitos 13000 (bastonetes 1%, segmentados 34%, eosinófilos 9%, basófilos 1%, linfócitos 40%, monócitos 5%). Qual o mais provável diagnóstico para esse caso?

A
Pneumonia por Chlamydia trachomatis.
B
Pneumonia viral.
C
Pneumonia por Streptococcus pneumoniae.
D
Pneumonia por Mycoplasma pneumoniae.
E
Pneumonia por aspiração, Refluxo Gástrico Esofágico.
Mulher, 48 anos, após tratamento dentário passou a queixar-se de dor e abaulamento cervical submandibular direita. Ao exame apresenta trismo e massa de limites imprecisos com cerca de 6cm de diâmetro sem pontos de flutuação. A tomografia computadorizada confirmou o diagnóstico de abscesso cervical profundo e presença de ar dissecando os tecidos do pescoço, tendo sido iniciado antibioticoterapia. Considerando o diagnóstico, qual deverá ser a conduta adotada?
Você está na sala de parto e o obstetra avisa que vai nascer um recém-nascido a termo com aproximadamente 3000g e que foi indicado cesárea por sofrimento fetal agudo, porém sem mecônio. Após o nascimento o RN encontrava-se em apneia sendo levado à mesa de reanimação, feito os passos iniciais em 30 segundos, mantendo-se todavia em apnéia. Foi iniciada ventilação com pressão positiva com ar ambiente e colocado o sensor de oxigênio. Como não melhorasse a técnica de ventilação foi checada e colocado oxigênio a 100%. Com 2 minutos de vida continuava em apnéia e a frequência cardíaca = 70bpm. Qual a conduta a seguir na sequência correta:
Menino de 13 meses, 11 kg, portador de cardiopatia cianótica, é trazido à sala de urgência com história de ter apresentado quadro de irritabilidade, piora de cianose pré-existente e síncope. Ao exame físico, apresenta-se torporoso, saturação de 60% em ar ambiente, sopro sistólico em 2/6 em foco pulmonar. O diagnóstico mais provável é:
O diagnóstico mais provável do caso acima é:
Compartilhar