Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Hematologia

Lactente com 45 dias de vida, nascido a termo, peso, ao nascer, de 3050 g, em aleitamento materno exclusivo. Exames laboratoriais revelam hematócrito 31%, hemoglobina 10,5 g/dl, reticulócitos 1% e plaquetas 240.000. A hipótese mais provável é:

Pré-escolar de quatro anos de idade, sexo masculino, é atendido no ambulatório de pediatria do Instituto de Medicina da Família da UNIVALI para controle de saúde. O interno do nono período do curso de medicina ao obter a anamnese constata que a mãe realizou apenas três consultas de pré-natal, não tendo realizado qualquer exame laboratorial, que a criança já apresentou seis episódios de otite média aguda, quatro supuradas, havendo negativa de qualquer história de envolvimento com drogas dos pais, porém não afastado a possibilidade de promiscuidade sexual. Ao exame físico constata-se membrana timpânica perfurada com secreção purulenta à otoscopia direita, adenomegalia cervical bilateral e axilar, com gânglios de 0,5 cm de diâmetros, fígado à 4 cm do rebordo costal direito e ponta do baço palpável, peso e estatura no percentil 25. A conduta mais adequada para o caso é:
No tromboembolismo pulmonar é observada redução na concentração circulante de:
A ocorrência de DIP II (tardio) observada na cardiotocografia intraparto indica:
Depósitos corneanos estão associados com as seguintes mucopolissacaridoses.
Compartilhar