Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Pediatria Geral

Neonatologia

Lactente de 2 meses e 15 dias de vida, filho de mãe portadora de HIV, que fez corretamente a profilaxia para transmissão vertical, está com fórmula infantil e no percentil 50% da curva de peso-estatura, veio ao terceiro retorno no ambulatório de referência assintomático. Interprete os seguintes exames colhidos com 1 mês e 15 dias de vida:

A
ELISA positivo e carga viral de 10 000 cópias, provavelmente é infectado pelo HIV.
B
ELISA positivo e carga viral < 50 cópias deve repetir exames em 2 meses e, se mantiver resultados, considerar provavelmente não infectada.
C
ELISA positivo e carga viral de 10 000 cópias deve repetir carga viral em 2 meses e, se mantiver resultados, repetir nova carga viral imediato para considerar provavelmente infectada pelo HIV.
D
ELISA positivo e Western Blot positivo deverá colher imediatamente a carga viral e, se for < 50 cópias, considerar que provavelmente não é infectado pelo HIV.
Mulher com 18 semanas de gestação veio à consulta pré-natal trazendo resultado de dosagem de glicemia de jejum de 128 mg/dl. Qual a conduta mais adequada?
Mulher de 70 anos apresentou lesão ulcerada com 5 cm de diâmetro na grande curvatura do corpo gástrico. O exame anatomopatológico revelou adenocarcinoma com células em anel de sinete. Exames de estadiamento não demonstraram doença metastática. Avaliação clínica pré-operatória mostrou baixo risco cirúrgico. Qual a conduta mais adequada?
Em relação às neoplasias malignas da glândula tireoide, assinale a alternativa em que as lesões estão listadas em ordem crescente de agressividade:
Gestante de 30 anos, com história de abortamentos de repetição e diagnóstico de crescimento intrauterino restrito na gestação atual, foi internada com quadro de acidente vascular cerebral isquêmico transitório e plaquetopenia. À investigação, identificaram-se vegetações não bacterianas em valva cardíaca. Qual o diagnóstico mais provável?
Compartilhar