Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Lactente de 9 meses dá entrada no pronto-socorro com história de febre, diarreia e vômitos há 24 horas. Refere fezes líquidas, sem muco ou sangue, cerca de 20 episódios desde o início do quadro. Ao exame: Peso = 8kg, FC = 140 bpm, FR = 56ipm, Temperatura = 36,5º. Regular estado geral, irritado, intranquilo, chorando durante todo o exame. Perfusão periférica = 4 segundos. Olhos fundos, choro sem lágrimas, boca seca. Qual sua conduta diante desse paciente?

A
Prescrever antiemético via intramuscular e após 40 minutos iniciar a terapia de reidratação por via oral. Caso a criança não aceite a TRO, pode substituí-la por outro líquido como, por exemplo, refrigerante.
B
Prescrever antiemético via intramuscular e iniciar a terapia de reidratação por via intravenosa. Prescrever 100ml/kg de peso de soro glicofisiológico em 30 minutos. Repetir esse volume até a criança apresentar diurese.
C
Iniciar a terapia de reidratação oral (TRO) em livre demanda, intervalos curtos, perfazendo um volume de 50 a 100ml/kg no período de 4 a 6 horas, utilizando copo ou colher. Reavaliar o paciente frequentemente até o desaparecimento dos sinais de desidratação.
D
Iniciar TRO por via sonda nasogástrica. O volume a ser oferecido é 100ml/kg em 4 horas. Reavaliar o paciente frequentemente até o desaparecimento dos sinais de desidratação.
E
Iniciar a terapia de reidratação por via intravenosa através de acesso venoso central. Prescrever 100ml/kg de soro fisiológico em 10 minutos. Repetir esse volume até o desaparecimento dos sinais de desidratação.
A leucemia aguda ocorre cerca de 14 vezes mais frequentemente em crianças com Síndrome de:
Um paciente de 12 anos foi submetido a transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas, para tratamento de anemia aplástica severa, tendo recebido fluconazol e ganciclovir profilaticamente antes do transplante. No D14, ainda neutropênico, apresentou quadro de tosse, febre e dor torácica. Uma tomografia de tórax mostrou opacidades nodulares em pulmão direito, sem área de atenuação em vidro fosco ao redor. Medicado com antibióticos de amplo espectro, não defervesceu, e no D17 surgiram lesões cutâneas em braço e dorso, de aspecto nodular e ulceronecrótico. As hemoculturas coletadas nas últimas 72 horas revelavam o crescimento de um microrganismo ainda em identificação. Baseado no relato acima, que agente oportunista será identificado?
A causa mais frequente de incidentaloma adrenal é:
O estado portador de bacilo tifoide é mais comum entre pessoas infectadas na:
Compartilhar